Blog da UC de Gestão de Comunidades de Aprendizagem online
pesquisar neste blog
posts recentes

Balanço final do trabalho por projeto

Balanço do Projeto de Intervenção

Balanço Geral

As decorações do Natal

Reflexão Intermédia

O Diário de Turma e o Conselho de Turma!

A importância do estágio supervisionado para a formação de professores

Alguma angústias e preocupações durante a prática pedagógica

Estratégias !

Momento de autonomia das crianças

arquivos

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

participar

participe neste blog

Quarta-feira, 14 de Dezembro de 2011
Reflexão sobre a 10ªsemana de intervenção

A décima semana de intervenção foi da responsabilidade da Elisabete.

Nesta semana, como já tinha acontecido na semana anterior, continuámos com os trabalhos referentes à época Natalícia.

Na segunda-feira, contámos-lhes uma história intitulada: “Pinheirinho de Natal” – uma adaptação de António Torrado utilizando a ferramenta powerpoint.

Era uma vez um pinheirinho que vivia num bonito canteiro, num jardim de uma aldeia.
Era pequeno mas viçoso, luzidio e verde, muito verde!
Todos os habitantes desta aldeia gostavam e admiravam o pequeno pinheirinho. Este era diferente de todos os outros: parecia querer dizer a todos os que passavam por ali: «Bom dia!».
Então, todos os anos pelo Natal, as pessoas daquela aldeia, enfeitavam-no com fitas coloridas e brilhantes, com bolas de todas as cores e lindos laçarotes vermelhos.
O João, um menino traquina era o seu maior admirador. Trazia sempre a sua grande e bonita estrela dourada, para que fosse colocada no ponto mais alto do pequeno pinheiro. Este ficava resplandecente e todos achavam que era o pinheiro de Natal mais espetacular das redondezas.
Orgulhoso de tanta admiração e carinho, o pinheirinho sentia-se o mais feliz dos pinheiros... Esticava os seus braços vigorosamente e suspirava de satisfação!

As suas raízes estenderam-se, saudáveis e fortes, e este cresceu, cresceu...
Alguns anos se passaram e o pequeno pinheiro havia-se transformado. Tornou-se num pinheiro robusto e muito, muito alto! As pessoas, pouco a pouco desinteressaram-se e deixaram de lhe dar importância. Já nem era enfeitado no Natal.
Mas o João não desistia... Continuava a pedir à mãe algumas fitas e bolas, que colocava nos ramos que conseguia alcançar. O pinheiro apercebendo-se que o tinham abandonado, começou a sentir-se cada vez mais triste. As suas folhas iam pouco a pouco perdendo o brilho. Já não tinha alegria de viver...
Certa noite de Natal, lamentava-se o pobre pinheiro da sua pouca sorte, quando de repente, viu que algumas estrelas lindas e brilhantes se desprenderam do céu e, rodopiando numa dança maravilhosa, poisaram suavemente nos seus ramos. Sentiu uma verdadeira felicidade a espalhar-se por todo o corpo...
Todos olhavam maravilhados e completamente pasmados para o que estava a acontecer...
Ao verem isto, todos compreenderam o seu erro.

A partir desse altura, todos os anos pelo Natal, aquele pinheiro é o mais bem enfeitado e o mais bonito pinheiro de Natal de todo o mundo… e para agradecer canta a canção:

 

“Pinheirinho, pinheirinho”

 

FIM

No final da história, o grupo respondeu a algumas questões e comprovou-se que estiveram muito atentos! Para além disso, tiveram a fazer o registo gráfico. A cada criança foi-lhes dada uma folha com um pinheiro onde tiveram de o enfeitar. Tiveram oportunidade de dar uso à sua imaginação e criatividade decorando o pinheirinho com purpurinas, glliters, algodão e lápis de cor. O resultado final ficou muito engraçado.

 

Na terça-feira, continuámos com as decorações de Natal em que cada menino pôde fazer um Pai Natal ou uma Rena, consoante a escolha. A cada menino foi-lhe entregue uma folha com os membros do Pai Natal ou da Rena que, inicialmente, teve de pintar, depois, recortar e, por último, montar. As crianças mostraram-se bastante motivadas e implicadas no decorrer da atividade.

Depois, foram à biblioteca ouvir uma história dinamizada pelo professor bibliotecário. A história chamava-se “A prenda de Natal do Henrique Semprespera” que nos fala da história de um menino que deixa um presente de Natal ao Pai Natal. O Pai Natal quando vê a prenda que o Henrique lhe deixou, fica comovido e decide também retribuir esse gesto. No entanto, como as renas estavam muito cansadas porque estiveram a distribuir os presentes, o Pai Natal decide ir pelo seu próprio pé. Até chegar à casa do Henrique passa por muitas aventuras…mas lá consegue chegar. A história termina sem se desvendar qual o presente que o Pai Natal levou ao Henrique. Por isso mesmo, quando as crianças foram para a sala tiveram de imaginar qual o presente que o Henrique recebeu. A maioria dos meninos desenhou carros, bolas, bonecos!

 

Na quarta-feira, último dia de estágio, foi um dia um pouco diferente do habitual. Inicialmente, apresentaram a coreografia do pinheirinho à outra sala do Jardim de Infância e sentiram-se muito importantes! Para além disso, houve ainda tempo para muita dança e diversão.

Depois, fizemos um lanche juntamente com a outra sala e até pipocas tivemos direito…. Para terminar, realizámos diversos jogos com eles, nomeadamente, o jogo das cadeiras; o jogo dos tubarões, o jogo dos coelhos às tocas!

E assim terminámos as nossas intervenções e, claro, vão deixar saudades….

 

As atividades desenvolvidas por nós podem ser visualizadas no seguinte blog: http://crescerepartilhar.blogspot.com

 

Realizado por: Andreia Osório e Elisabete Amaral


tags:

publicado por andreiaosorio às 15:44

4

De ritagoncalves a 15 de Dezembro de 2011 às 15:34
Olá Andreia e Elisabete!

Mais uma etapa que chegou ao fim... Ficamos muito contentes por perceber o quanto foi especial para vocês esta experiência... Para nós também foi muito! Ontem foi um dia muito intenso, com muitas emoções à mistura e muita saudade... Imaginamos que convosco se passou exatamente o mesmo!

Um beijinho grande e agora... força para a próxima etapa que se avizinha!

Beijinhos,

Joana e Rita


De cristianacaldeira a 16 de Dezembro de 2011 às 21:32
Olá Andreia e Elisabete!

Gostámos muito da história adaptada de António Torrado - "Pinheirinho de Natal", tanto eu como a Andreia desconhecíamos. Esta época é vivida com grande intensidade pelas crianças e normalmente as actividades propostas são muito bem aceites. Gostámos muitos das vossas propostas para a decoração da sala, é interessante verificar a diversidade de actividades que podem ser desenvolvidas neste contexto.
As nossas crianças também aprenderam a coreografia, da musica do "pinheirinho", que apresentarão na festa da Natal.
Consideramos que estes últimos dias foram bastante nostálgicos e emotivos, não só pela época em questão, mas também pelo facto de a despedida estar próxima.
Concordamos convosco quando dizem, "vão deixar muitas saudades...", são experiências que jamais esqueceremos!
Temos seguido os vossos posts , felicitamos-vos pelo empenho
e dedicação, visível nas vossas reflexões!
Um Beijinho,
Andreia e Cristiana


De soniapcorreia a 17 de Dezembro de 2011 às 00:36
Boa noite,

a história que abordaram com as vossas crianças pensamos ter sido muito importante, pois não se centra na receção de bens materiais mas envolve o mais importante, sentimentos e emoções. Para além disto, esta informação foi bem transmitida, ou seja, a de que não eram só os enfeites que faziam com que o pinheirinho fosse viçoso e atraente mas a entreajuda entre as pessoas e a alegria resultante, e dedicação depositada em torno dele.

Verificamos que a encenação da apresentação que as crianças fizeram começou uma semana antes da nossa e, por isso, gostariamos de saber se as crianças tiveram dificuldade em memorizar a coreografia, se esta só envolveu a atividade motora ou também inclui memorização de falas, se no dia da apresentação tiveram dificuldade ou não em executá-la.

Tenham um bom fim de semana.

Beijinho

Andreia Alcobia e Sónia Correia


De andreiaosorio a 17 de Dezembro de 2011 às 21:53
Boa Noite Andreia e Sónia,
A apresentação que as crianças realizaram, na quarta-feira, apenas envolveu a atividade motora. Os meninos, quando lhes foi mostrada a coreografia não tiveram dificuldades nenhumas em decorá-la. Claro que houve crianças que precisaram de um pouco mais de tempo para a interiorizar, mas no geral, todas as crianças conseguiram apreendê-la sem dificuldades.
No dia da apresentação, antes de eles apresentarem à outra sala, fizemos com eles um ensaio geral e mesmo que alguns meninos se tivessem esquecido de alguns movimentos, olhavam para o colega do lado e entravam logo no ritmo. A apresentação coreu bastante bem e as crianças sentiram-se muito valorizadas, pois eram elas as protagonistas . No final, ainda estiveram a ensinar os meninos da outra sala a coreografia. Foi um máximo!


Comentar post

Autores
Dezembro 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9

15
17
19

24
25
26
27
28

29
30
31


tags

todas as tags

subscrever feeds

RSSPosts

RSSComentários

RSSComentários do post