Blog da UC de Gestão de Comunidades de Aprendizagem online
pesquisar neste blog
posts recentes

Balanço final do trabalho por projeto

Balanço do Projeto de Intervenção

Balanço Geral

As decorações do Natal

Reflexão Intermédia

O Diário de Turma e o Conselho de Turma!

A importância do estágio supervisionado para a formação de professores

Alguma angústias e preocupações durante a prática pedagógica

Estratégias !

Momento de autonomia das crianças

arquivos

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

participar

participe neste blog

Sábado, 10 de Dezembro de 2011
Reflexão sobre a 8ª semana de intervenção

Reflexão sobre a 8ªsemana de intervenção

A 8ª semana de intervenção (de 28 a 30 de Novembro) foi da responsabilidade da Cristiana. Como na semana anterior, a Andreia iniciou o tema do “bacalhau”, decidimos continuar a explorar esta temática.

Na segunda-feira quando as crianças chegaram à sala tinham um barco verdadeiro, em ponto pequeno (onde cabe uma criança) no meio da manta. O barco foi recebido com grande entusiasmo pelas crianças, todas queriam ver e experimentar. Além do barco ser muito semelhante aos verdadeiros, tinha redes de pesca verdadeiras e peixes que se pescam na nossa costa. Inicialmente, foi proposto a duas crianças, interpretarem duas personagens da história que iriam ouvir de seguida. Esta história retrata a vida de um pescador que quando era mais novo trabalhava na pesca do bacalhau. Assim que casou com a Alzira, a sua mulher, teve de deixar essas viagens porque eram muito longas e demoravam muitos meses. Foi assim que este pescador trocou os meses no mar por dias de pesca na costa. No final da história, a Alzira retira alguns peixes da rede e passamos a identificá-los (carapau, sardinha, robalo e dourada). Foram colocadas algumas questões às crianças: “E bacalhau? O Tino não pescou bacalhau?”. Desta forma as crianças perceberam que o bacalhau não se pesca junto da nossa costa mas no mar alto.

As crianças que interpretavam a história, estavam devidamente caracterizadas com roupas de pescador e peixeira, facilitando a interpretação dos papéis que lhes foram atribuídos.

As turmas do 1ºCEB foram chamadas à nossa sala para assistirem à história dramatizada pelas nossas crianças. Foi muito divertido porque o texto permitia a interacção com o público. Penso que esta actividade  foi muito rica para as crianças e que esta dinâmica foi uma mais-valia para trabalhar a temática com crianças tão pequenas.

No dia seguinte, foi dada a oportunidade às crianças que ainda não tinham participado na dramatização, para apresentarem. Algumas crianças aproveitaram o cenário e criaram outras histórias. Em seguimento da temática, foi-lhes apresentado um jogo de pesca, em que existiam canas e peixes para pescar. Como estava bom tempo, aproveitámos para realizar esta actividade no exterior, enchemos um recipiente grande com água e pescámos muitos peixinhos.

Na quarta-feira, contámos a história do “Nadadorzinho”, um peixinho pequenino mas muito corajoso. Para dinamizar e tornar mais atractiva esta actividade levámos um peixinho para as crianças. Enquanto ouviam a história, as crianças observavam todos os movimentos do peixinho dentro do aquário. Em seguida, foi proposto às crianças elaborarem um registo da história que tinham ouvido anteriormente.

Ao longo da semana, foram trabalhando num projecto, a pintura de um barco de madeira que irá ficar na sala. Visto que o primeiro barco referido foi emprestado pela Junta de Freguesia da Gafanha da Boa Hora, não podia ficar na sala definitivamente. Foi construído um barco para as crianças pintarem e adornarem para ficar na sala e continuar a estimular e inesgotável criatividade destas crianças.

Foi uma semana muito dinâmica e animada, em que o mar esteve sempre presente, da mesma maneira que o mar é tão infinito, as actividades que podem partir dele são também inesgotáveis.

Penso que o trabalho desenvolvido esta semana foi apropriado para todas as crianças, visto que mesmo as crianças mais pequenas se mostraram interessadas em aprender o nome dos peixes que o pescador apanhou nas suas redes. Aprenderam muito vocabulário e acções relacionadas com a pesca.


tags: , ,

publicado por cristianacaldeira às 12:59

2

De ritagoncalves a 10 de Dezembro de 2011 às 21:46
Olá Andreia e Cristiana!!!

Muitos parabéns mesmo pelas atividades... Temos a certeza que as crianças se encontraram bastante implicadas ao longo da semana, uma vez que é um tema bastante motivador para elas, visto viverem em redor da pesca do bacalhau. A ideia do barco no meio da sala foi super original! Deve ter sido logo um motivo de bastante entusiasmo e euforia :)

Muitos parabéns e bom trabalho!!!!


Beijinhos,

Joana e Rita


De sara-cristina a 13 de Dezembro de 2011 às 21:12
Olá meninas!
Temos que vos felicitar pelas atividades que realizaram esta semana. Foram de uma grande criatividade por parte das educadoras que as idealizaram (vocês) e permitiram às crianças desenvolver a sua criatividade e o seu imaginário.
O facto de terem encenado o teatrinho para as turmas do 1º CEB deve ter sido uma emoção e um entusiasmo para os mais pequeninos. E devemos confessar que até nós iríamos "delirar" com um pequeno barco dentro da sala de aula.
Mais uma vez, parabéns pela planificação, pois proporcionaram aos vossos alunos um momento de autonomia, criatividade e imaginação.

Denise Francisco e Sara Nunes



Comentar post

Autores
Dezembro 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9

15
17
19

24
25
26
27
28

29
30
31


tags

todas as tags

subscrever feeds

RSSPosts

RSSComentários

RSSComentários do post