Blog da UC de Gestão de Comunidades de Aprendizagem online
pesquisar neste blog
posts recentes

Balanço final do trabalho por projeto

Balanço do Projeto de Intervenção

Balanço Geral

As decorações do Natal

Reflexão Intermédia

O Diário de Turma e o Conselho de Turma!

A importância do estágio supervisionado para a formação de professores

Alguma angústias e preocupações durante a prática pedagógica

Estratégias !

Momento de autonomia das crianças

arquivos

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

participar

participe neste blog

Sábado, 21 de Dezembro de 2013
Momento de autonomia das crianças

 Olá meninas :) 

 

Venho partilhar convosco uma experiência que sem dúvida me marcou e que veio mostrar que o trabalho com crianças do pré-escolar é extremamente gratificante.

 

O desenvolvimento da autonomia das crianças sempre foi um dos aspetos que privilegiámos ao organizar as interações e as atividades. Constatei que este objetivo foi alcançado com sucesso quando me deparei com a situação que passo a descrever:

 

Uma das crianças utilizando materiais da sala, iniciou um pequeno projeto, por sua iniciativa. Construiu um Pai Natal, que colocou numa parede que se encontrava vazia. Outros dois colegas, vendo o que ele estava a fazer, pediram-me material para a construção de uma Árvore de Natal. A esta tarefa foram-se juntando outros colegas, intervindo com sugestões de como poderiam decorá-la. Após diálogo entre todos chegaram à conclusão de como queriam a decoração da árvore, acabando por concretizar este miniprojeto.

 

 

É importante mostrar às crianças os vários materiais que existem, a forma como os podem utilizar, para que depois sejam capazes de os utilizar de uma forma autónoma. Além disso, considero importante a realização de trabalhos de grupo em que as crianças se organizam “exploram e investigam um tópico que as interessa realmente, constroem e fazem coisas em conjunto e comunicam umas às outras o seu trabalho, podem proporcionar contextos importantes para a interacção e cooperação autênticas entre colegas.” (Katz & McClellan, 1996, p. 43).

 

Beijinho e Bom Natal para todas,

 

Raquel Dias

 

Katz, L., & McClellan, D. (1996). O Papel do Professor no Desenvolvimento Social das Crianças. In J. Formosinho, Educação Pré-Escolar: A construção social da moralidade. Lisboa: Texto Editora.


tags:

publicado por raquel-dias às 17:36

7

De marisaasilva a 22 de Dezembro de 2013 às 16:00
Olá Raquel :)

Sem dúvida que a autonomia é um dos aspetos mais importantes a trabalhar ao longo da escolaridade dos alunos, devendo ser privilegiada desde a educação pré-escolar. Através da promoção desta competência estaremos também a educar e a formar cidadãos capazes de intervir na nossa sociedade.
Para conseguires observar este pequeno projeto das crianças, trabalharam ao longo do período esta competência. Estou certa?

Por isso, parabéns por teres conseguido obter bons resultados e parabéns também por te teres preocupado com a promoção da autonomia das crianças :)

Beijinhos e bom Natal,
Marisa


De raquel-dias a 22 de Dezembro de 2013 às 16:39
Olá Marisa :)

Quando dizes que "através da promoção desta competência estaremos também a educar e a formar cidadãos capazes de intervir na nossa sociedade." estás a apresentar um dos objetivos principais que nos levam a promover a autonomia das crianças. Contribuindo assim, para a formação de crianças criativas e capazes de tomar decisões corretas e assertivas.
Para além do nosso foco principal, que era desenvolver a competência social, a promoção da autonomia foi, também, uma preocupação constante ao longo da nossa atuação.

Beijinho,
Raquel Dias


De joanaazevedo a 22 de Dezembro de 2013 às 17:32
Olá Raquel :)

Obrigada pela partilha.
Gostei do teu post, pois dás a conhecer uma situação que se passou durante as tuas intervenções.
Considero que a autonomia deve ser desenvolvida desde cedo, para que as crianças se tornem adultos autónomos.
Quando referes " o desenvolvimento da autonomia das crianças sempre foi um dos aspetos que privilegiamos ao organizar as interações e as atividades", gostaria de saber alguns exemplos de como privilegiaste o desenvolvimento da autonomia nas tuas atividades.

Beijinhos,
Joana Ferreira


De raquel-dias a 22 de Dezembro de 2013 às 17:54
Olá Joana,

Considero que promovi a autonomia dado liberdade para escolherem os materiais a utilizar na realização de algumas tarefas, dei-lhes, ainda, a possibilidade de escolherem a atividades que queriam realizar para concretizar determinado objetivo, permitindo que escolhessem, livremente, onde queriam brincar, deixando que realizassem as tarefas de forma mais autónoma possível. Dei ajuda sempre que necessário mas tentei que fossem elas a realizar os trabalhos sozinhas.

Beijo,
Raquel Dias


De danielafferreira a 22 de Dezembro de 2013 às 22:20
Olá Raquel :)

Gostei do teu post, pois dás-nos a conhecer uma das tuas experiências.
Na minha opinião, é fundamental desenvolver a autonomia das crianças desde o pré-escolar, pois as crianças tornam-se mais autónomas desde cedo e conseguem realizar uma atividade sozinhas.
Concordo contigo, é importante que as crianças trabalhem em grupo, pois aprendem a ouvir a opinião dos outros e a dar a sua opinião.

Beijinhos,
Daniela Ferreira


De raquel-dias a 22 de Dezembro de 2013 às 23:00
Olá Daniela :)

Foi por achar este episódio tão importante e gratificante que decidi partilhar com vocês. Ainda bem que concordamos que é necessário promover a autonomia das crianças para que estas sejam capazes, não só agora, mas também no futuro de tomar decisões corretas e assertivas.

Obrigada pelo comentário.
Beijinho,
Raquel Dias


De ana-resende a 22 de Dezembro de 2013 às 23:05
Olá Raquel :)

Gostei de ler o teu post, pois focas um aspeto muito importante e que deve estar no trabalho diário de todo educador/professor, nomeadamente a promoção da autonomia das crianças.
De facto é muito gratificante podermos verificar que os nossos esforços dão resultados. Também aconteceu connosco uma situação parecida, que vou passar a contar.
A educadora da nossa sala tem o hábito de guardar todos os pedacinhos de papel, eva, cartolina, etc. que sobram de algum trabalho e coloca-os num recipiente que está à disposição das crianças. Aqueles materiais permaneceram naquele sitio durante alguns dias, até que houve uma criança que, por iniciativa própria, foi perguntar à educadora se podia fazer um trabalho com aquilo. Como a resposta da educadora foi positiva, a criança logo começou a construir um boneco com figuras geométricas. Algumas crianças ao verem, também quiseram fazer e mostrar posteriormente aos restantes colegas, evidenciando orgulho no trabalho desenvolvido.
De facto, as crianças são seres capazes e que não precisam de depender do adulto para este tipo de atividades. Cabe ao educador/professor ter a capacidade de reconhecer e promover a autonomia das crianças.

Continuação de um bom trabalho,
Ana Resende


Comentar post

Autores
Dezembro 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9

15
17
19

24
25
26
27
28

29
30
31


tags

todas as tags

subscrever feeds

RSSPosts

RSSComentários

RSSComentários do post