Blog da UC de Gestão de Comunidades de Aprendizagem online
pesquisar neste blog
posts recentes

Balanço final do trabalho por projeto

Balanço do Projeto de Intervenção

Balanço Geral

As decorações do Natal

Reflexão Intermédia

O Diário de Turma e o Conselho de Turma!

A importância do estágio supervisionado para a formação de professores

Alguma angústias e preocupações durante a prática pedagógica

Estratégias !

Momento de autonomia das crianças

arquivos

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

participar

participe neste blog

Sexta-feira, 20 de Dezembro de 2013
Autoavaliação das crianças

Boa tarde meninas,

Vimos hoje falar-vos de um processo que acompanhou o nosso projeto de intervenção-investigação, que consistiu na autoavaliação das crianças. Este foi um ponto crucial para as crianças se situarem em relação às aprendizagens que eram esperadas que desenvolvessem durante a realização dos nossos projetos. A autoavaliação permite que as crianças identifiquem os próximos passos na sua aprendizagem e assumam alguma responsabilidade para o progresso em direção aos objetivos (Harlen, 2010).

Abaixo mostramos um pequeno excerto deste processo, referente aos conhecimentos que pretendíamos que estas construíssem numa das sessões:

 

 

Importa referir que esta autoavaliação contemplou também as capacidades e as atitudes e valores que pretendíamos que as crianças desenvolvessem.

 

Vocês também consideram importante dar a oportunidade às crianças de se posicionarem em relação às aprendizagens que esperamos que elas desenvolvam? Este processo também fez parte do vosso período de intervenção no contexto?

 


 

Referência bibliográfica:

· Harlen, W. (Ed.) (2010). Principles and big ideas of science education (pp. 6-50). Hatfield: Association for Science Education.

 


tags:

publicado por andreiacsilva às 13:53

4

De sandrap a 22 de Dezembro de 2013 às 12:55
Olá Andreia : )
"Quando se considera a criança como um ‘ser competente’ torna-se necessário
aceitar a sua participação e capacidade de decidir, nomeadamente quando se trata de
avaliar o seu percurso e as suas aprendizagens." (Fitas, 2012) Dito isto, a avaliação é um dos aspetos mais importantes e deve ser realizado pelas crianças e/ou com a participação das mesmas. Desta forma, tomam consciência das suas dificuldades, dos seus pontos fortes e onde devem trabalhar mais.
Por estas razões e pela sua importância a avaliação também fez parte do nosso período de intervenção, após cada sessão as crianças realizavam uma avaliação, apenas que apreciativa do projeto. Mas em dialogo percebíamos o que as crianças tinham aprendido e onde tinham mais dificuldades.

Beijinhos,
Sandra e Sofia : )

Fitas, A. (2012). A avaliação das aprendizagens na educação pré-escolar: o portefólio das crianças. Escola Superior de Educação de Portalegre. Relatório final - Prática Pedagógica Supervisionada


De marisaasilva a 22 de Dezembro de 2013 às 16:12
Olá meninas :)

Considero que o vosso projeto foi interessante, desde as atividades de investigação que permitem que sejam as crianças a explorar e compreender os diversos conteúdos, sem que seja o professor a expor os conteúdos. Evitando assim o ensino por transmissão, onde as crianças têm um papel secundário e raramente conseguem assimilar os diferentes conteúdos. Esta foi também uma preocupação ao longo das minhas intervenções.
Quanto à autoavalição considero também um aspeto a valorizar pois permite às crianças perceberem o que conseguiram e o que ainda devem fazer para superar as suas dificuldades, dando mais uma vez um papel de destaque aos alunos. Também na minha prática tentei ter em conta este aspeto, privilegiando o diálogo (uma vez que ainda estamos no 1.º ano), onde as crianças partilhavam as suas conquistas e algumas das dificuldades sentidas,
Parabéns pelo bom trabalho :)

Beijinhos e bom Natal.
Marisa


De raquel-dias a 22 de Dezembro de 2013 às 19:27
Olá meninas,

Considero que a autoavaliação é importante uma vez que permite às crianças posicionarem-se na sua aprendizagem, ou seja, leva as crianças a refletir sobre o que já sabem e o que necessitam de aprender.
Pelo que vejo na tabela as crianças tinham que assinalar se adquiriram ou não o conhecimento.
Como verificaram se as crianças adquiriram efetivamente esses conhecimentos? Para realizar a autoavaliação em relação às atitudes e valores utilizaram o mesmo modelo de tabela?

Beijinho,
Raquel Dias


De ana-resende a 22 de Dezembro de 2013 às 22:43
Olá meninas :)

Obrigada por partilharem connosco esta estratégia que utilizaram para verificarem as aprendizagens das vossas crianças.
Considero que a autoavaliação é uma boa estratégia, mas só se for bem recebida e comprrendida por parte das crianças. Assim, gostava de saber como reagiram as crianças a esta estratégia?
Quando referem "A autoavaliação permite que as crianças identifiquem os próximos passos na sua aprendizagem e assumam alguma responsabilidade para o progresso em direção aos objetivos (Harlen, 2010)", conseguiram verificar?

Continuação de um bom trabalho,
Ana Resende


Comentar post

Autores
Dezembro 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9

15
17
19

24
25
26
27
28

29
30
31


tags

todas as tags

subscrever feeds

RSSPosts

RSSComentários

RSSComentários do post