Blog da UC de Gestão de Comunidades de Aprendizagem online
pesquisar neste blog
posts recentes

Balanço final do trabalho por projeto

Balanço do Projeto de Intervenção

Balanço Geral

As decorações do Natal

Reflexão Intermédia

O Diário de Turma e o Conselho de Turma!

A importância do estágio supervisionado para a formação de professores

Alguma angústias e preocupações durante a prática pedagógica

Estratégias !

Momento de autonomia das crianças

arquivos

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

participar

participe neste blog

Segunda-feira, 9 de Dezembro de 2013
Projeto Bilingue
Boa noite meninas.

Hoje vimos partilhar convosco a nossa participação no projeto Bilingue que está a ser desenvolvido no contexto onde estamos a realizar a nossa prática pedagógica.

O projeto consiste na implementação do inglês nas aulas de estudo do meio, ou seja, os conteúdos programados para estudo do meio são dados em inglês.

No início da nossa prática sentimo-nos receosas uma vez que não dominamos este língua. Mas ao longo das nossas intervenções, os nossos receios foram desaparecendo pois tivemos sempre o apoio da nossa professora cooperante e da professora de inglês, que acompanha os alunos 1 hora por semana.
As nossas intervenções nas aulas de inglês consistiam na revisão da aula dada no dia anterior pela professora de inglês, que por vezes nos fornecia alguns materiais para a nossa aula.

Neste momento, ao refletirmos sobre o nosso percurso neste projeto, conseguimos perceber que este foi para nós uma mais-valia, visto que este implicava um estudo sobre os conteúdos que íamos apresentar. Deste modo, acabamos por relembrar algumas aprendizagens que fomos esquecendo com o decorrer do tempo.

No nosso ponto de vista este projeto apresenta algumas desvantagens. Uma delas prende-se com o facto de a nossa professora cooperante ter de dar 6 horas semanais de inglês mesmo não tendo formação nesta área. Outra desvantagem que identificamos corresponde à sobreposição de horários. Este projeto acaba por ocupar todas as horas programadas para a área das expressões, ou seja, as crianças não têm oportunidade de se desenvolverem nesta área. Por último, achamos que os conteúdos de estudo do meio deveriam de ser primeiro transmitidos em português e só depois em inglês. Contudo o projeto prevê que os conteúdos sejam dados apenas em inglês.

Relativamente às vantagens, para os alunos este projeto é positivo, na medida em que estes podem contactar com uma nova língua que será essencial para o seu futuro.

O que acham deste projeto? Concordam com as vantagens e desvantagens que identificamos?
Têm algum projeto deste género no vosso contexto? Participam em algum projeto?

Beijinhos e continuação de bom trabalho
Ana Vivas e Sabrina Duarte
tags:

publicado por ana-vivas às 19:52

4

De marciaandreia a 12 de Dezembro de 2013 às 15:03
Olá meninas :)

Apesar de estar no mesmo contexto que vocês a minha turma, do 4.º ano de escolaridade, não tem esse projeto, contudo, a maioria os alunos tem aulas de inglês nas AEC's e pelo que demonstram é também uma língua de grande interesse e entusiasmo para eles.
Concordo convosco quando dizem que apesar de no início se terem sentido receosas ao terem de lecionar a aula de estudo do meio em inglês, pois não tiveram nenhuma formação prévia nesse sentido, que acabou por ser uma mais-valia para vocês uma boa e agradável experiência.
Relativamente a isso como acham que foi a vossa prestação nessas aulas? Conseguiram apreender facilmente os conteúdos de estudo do meio em inglês? Os alunos perceberam tudo o que vocês lecionaram nessa língua?
Apesar disto, penso que era necessário os alunos terem uma primeira abordagem dos conteúdos em português e apenas posteriormente em inglês. Acabo por concordar inteiramente com as desvantagens e desvantagens que apontam para o desenvolvimento deste projeto.
Por fim, tenho umas questões para colocar-vos, qual foi a reação das crianças nessas aulas? Sentiram que toda a turma estava implicada e que compreendeu os conteúdos de estudo do meio?

Continuação de um bom trabalho

Beijinhos,
Márcia Santos


De ssd a 12 de Dezembro de 2013 às 16:41
Boa tarde Márcia,

para estas aulas a nossa preparação era ainda mais ponderada, pois para além de termos em atenção os conteúdos que teríamos de abordar tivemos de ter um especial cuidado com a nossa dicção.

Os alunos mostraram-se muito atentos e motivados para esta aula, sendo que facilmente compreendiam o que lhes transmitíamos na língua inglesa.

Beijinho e continuação de um bom trabalho!

Sabrina Duarte e Ana Vivas.


De danielafferreira a 12 de Dezembro de 2013 às 16:48
Olá Ana e Sabrina,

Gostei do vosso post, sendo que nos dão a conhecer um projeto que está a ser desenvolvido no vosso contexto de estágio.
O projeto Bilingue é interessante, pois faz com que os alunos estejam em contacto com o inglês. Mas considero importante que os conteúdos tivessem sido dados primeiramente em português porque pode haver alunos que não estejam tão à vontade com o inglês. Todos os alunos percebiam e falavam inglês? Como reagiram as crianças a este projeto?
Deste modo, concordo com as vantagens e desvantagens que vocês apresentam.


Beijinhos,
Daniela Ferreira


De joanaazevedo a 12 de Dezembro de 2013 às 17:42
Olá Ana e Sabrina :)


Obrigada por partilharem connosco este projeto, pois ajuda-nos a refletir sobre alguns aspetos relevantes.
Considero importante que os alunos já no 1.º Ciclo do Ensino Básico tenham contacto com o Inglês, pois é uma língua cada vez mais importante e necessária para a comunicação. Por isso, concordo com a vantagem que vocês apresentam.
No entanto, considero uma desvantagem que a implementação do inglês seja feita na aula de estudo do meio. Por exemplo, os alunos que têm dificuldades nesta língua terão dificuldades na compreensão de conteúdos de estudo do meio. Assim sendo, concordo com vocês na medida em que os conteúdos de estudo do meio deveriam ser dados primeiramente em Português, pois desta forma todos os alunos perceberiam melhor a matéria que estava a ser abordada. Quando estão a ser dadas aulas de inglês, vocês verificam que todos os alunos percebem o que está a ser dito?
O facto de o inglês ocupar as áreas de expressões não é bom para os alunos, pois faz com que estes não desenvolvam esta área.
A área das expressões abrange a expressão plástica, a expressão dramática e a expressão musical. Assim, esta área ao não ser trabalhada faz com que os alunos não se desenvolvam em vários aspetos, por exemplo, não aperfeiçoam o recorte, a pintura e o desenho; e os alunos não desenvolvem as suas possibilidades expressivas. Vocês durante as vossas intervenções trabalharam com os alunos esta área noutro horário?


Beijinhos,
Joana Ferreira


Comentar post

Autores
Dezembro 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9

15
17
19

24
25
26
27
28

29
30
31


tags

todas as tags

subscrever feeds

RSSPosts

RSSComentários

RSSComentários do post