Blog da UC de Gestão de Comunidades de Aprendizagem online
pesquisar neste blog
posts recentes

Balanço final do trabalho por projeto

Balanço do Projeto de Intervenção

Balanço Geral

As decorações do Natal

Reflexão Intermédia

O Diário de Turma e o Conselho de Turma!

A importância do estágio supervisionado para a formação de professores

Alguma angústias e preocupações durante a prática pedagógica

Estratégias !

Momento de autonomia das crianças

arquivos

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

participar

participe neste blog

Quarta-feira, 4 de Dezembro de 2013
Alteração do horário do 1.º CEB

Olá meninas :)

 

 Esperamos que o vosso estágio esteja a correr bem.

 Hoje vimos partilhar neste post um aspeto que consideramos importante discutir e saber a vossa opinião.

 O 1.º Ciclo do Ensino Básico sofreu algumas alterações no horário escolar. Todavia, esta alteração pode variar de agrupamento para agrupamento.

Relativamente ao nosso contexto o horário escolar no ano letivo anterior era das 09h00 ao 12h00 e das 13h30 ás 15h30, havendo um intervalo na parte da manhã.

Este ano letivo o horário sofreu uma alteração na parte da tarde, isto é, os alunos passaram a ter mais 30 minutos de aulas. Assim, as aulas no nosso contexto terminam ás 16h00. O que acham desta alteração de horário?

Na nossa sala verificamos que os alunos ainda não se adaptaram ao novo horário, sendo que a partir, aproximadamente, das 15h30 os alunos começam a ficar irrequietos, distraindo-se mais facilmente. Como estão dentro de uma sala durante muito tempo, começa a haver mais barulho, pois os alunos começam a conversar uns com os outros.

Na nossa opinião, esta alteração de horário não faz muito sentido, uma vez que os alunos estão muito tempo dentro de uma sala.

Para resolver um pouco esta situação, pensamos que uma das formas seria haver um intervalo para que as crianças pudessem espairecer e brincar, pois assim seria mais produtivo e os alunos conseguiriam aprender melhor.

É importante que os alunos tenham um tempo para brincar, pois “o ser que brinca e joga é também um ser que age, sente, pensa, aprende e se desenvolve intelectual e socialmente (Waldirléia Cabrera e Rosana Salvi, 2005, citado por Fialho et. al, 2009, p.116). Ao brincar os alunos desenvolvem-se e ao mesmo tempo recuperam a “força” para uma nova parte da aula.

E no vosso contexto, houve alteração no horário relativamente ao ano letivo anterior?

Se sim, como reagem os vossos alunos a esta alteração? Reagem como os nossos alunos?

 

 

Continuação de bom estágio.

Beijinhos,

Daniela Ferreira e Joana Ferreira

 

 

 

Referência bibliográfica:

Fialho, A., Nídio, A., Andrade, A., Magalhães, A., Batalha, A. P., Pereira, B., et al. (2009). (Re)Aprender a Brincar - Da Especificidade à Diversidade. Ponte Delgada: Universidade dos Açores.

 

 

 

 

 


tags: , ,

publicado por danielafferreira às 21:37

De samantacaleiro a 5 de Dezembro de 2013 às 17:50
Olá meninas :)
Estou a estagiar na EB1 das Barrocas, que pertence ao Agrupamento de Escolas de Aveiro, numa turma do 2º ano.
Tal como no vosso agrupamento, no meu agrupamento o horário também sofreu alterações mas foi logo no início da minha intervenção. Desta forma, não tendo um termo de comparação não é possível dizer-vos como é que esta mudança influenciou ou não os alunos.
No entanto, o intervalo que foi sugerido para a parte da tarde foi de dez minutos. Após alguns dias de adaptação ficou decidido na escola que os alunos não teriam esse intervalo. E porquê? Os alunos após esse curto intervalo chegavam à sala descontrolados, transpirados e muitas vezes sem ir à casa de banho. Esta situação levou os professores a abdicar do intervalo e a deixar os alunos ir à casa de banho consoante as necessidades.
Neste sentido, não sei se esta será a melhor opção uma vez que nas minhas intervenções, por vezes, sinto dificuldade em gerir as atividades para que todas as crianças as acompanhem; mas o curto intervalo, com crianças tão novas e por vezes imaturas, estabilizava o trabalho a decorrer, pois leva tempo a que os alunos retornem à calma e se impliquem no trabalho.
Beijinho,
Samanta Caleiro


Comentar:
De
Nome

Email

Url

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados



Email

Password


Este Blog tem comentários moderados


Comentário

Máximo de 4300 caracteres




O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Autores
Dezembro 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9

15
17
19

24
25
26
27
28

29
30
31


tags

todas as tags

subscrever feeds

RSSPosts

RSSComentários