Blog da UC de Gestão de Comunidades de Aprendizagem online
pesquisar neste blog
posts recentes

Balanço final do trabalho por projeto

Balanço do Projeto de Intervenção

Balanço Geral

As decorações do Natal

Reflexão Intermédia

O Diário de Turma e o Conselho de Turma!

A importância do estágio supervisionado para a formação de professores

Alguma angústias e preocupações durante a prática pedagógica

Estratégias !

Momento de autonomia das crianças

arquivos

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

participar

participe neste blog

Terça-feira, 15 de Novembro de 2011
Em busca de alguma síntese

Tenho acompanhado a entrada das colegas e senti a necessidade de sintetizar as ideias que fomos partilhando por aqui. Sendo assim, pensei em colocar aqui três pontos-chave que surgem na intersecção dos posts sobre Comunidade:

1. Trata-se de um ambiente (espaço-tempo) construído por um conjunto de indivíduos com objetivos comuns ou semelhantes;

2. Trata-se de um contexto onde se desenvolve uma cultura de participação, em que assumem relevo interações múltiplas entre as pessoas.

3. Essas interações enquadram-se em dinâmicas de partilha e construção de repertórios, que, uma vez coletivos, conferem identidade ao grupo.

Quando observamos esses pontos sob uma perspectiva de construção de conhecimento, parece importante destacar ainda que as comunidades de aprendizagem colocam em evidência a faceta social do processo de aprendizagem.

Face a essa (tentativa de) síntese, deixo duas questões:

- Como podemos pensar na aprendizagem, enquanto processo individual, no contexto de comunidades profissionais? Em outras palavras, será que todas as pessoas que constituem uma comunidade aprendem exatamente a mesma coisa?

- Será que deixei de ressaltar algum aspecto importante?


tags:

publicado por luciana-mesquita às 10:49

1

De mjoao a 15 de Novembro de 2011 às 19:01
Obrigada Luciana pela síntese. Veremos se conseguimos definir objetivos comuns, uma maior cultura de participação e construir um reportório comum.
Quanto à questão da aprendizagem individual, diria que muito dificilmente será a mesma para todos os envolvidos, uma vez que temos estruturas mentais (pontos de ancoragem, usando um conceito de Ausubel, que tem já uns anos) diferenciadas. Talvez a questão seja - quais os contributos da interação social em comunidades de aprendizagem para a aprendizagem (individual) dos seus elementos? Para poder analisar esses contributos teremos que discutir que aprendizagem(ens) podem emergir dessa interação, questão à qual poderemos voltar lá mais para Janeiro.


Comentar post

Autores
Dezembro 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9

15
17
19

24
25
26
27
28

29
30
31


tags

todas as tags

subscrever feeds

RSSPosts

RSSComentários

RSSComentários do post