Blog da UC de Gestão de Comunidades de Aprendizagem online
pesquisar neste blog
posts recentes

Balanço final do trabalho por projeto

Balanço do Projeto de Intervenção

Balanço Geral

As decorações do Natal

Reflexão Intermédia

O Diário de Turma e o Conselho de Turma!

A importância do estágio supervisionado para a formação de professores

Alguma angústias e preocupações durante a prática pedagógica

Estratégias !

Momento de autonomia das crianças

arquivos

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

participar

participe neste blog

Sexta-feira, 29 de Novembro de 2013
Temática do Projeto
         A temática do meu projeto de intervenção é “Sensibilização à Diversidade Linguística e Cultural, privilegiando a utilização do Quadro Interativo” e foi escolhida e estruturada em conjunto com a minha colega, Maria João Silva.

Este é um tema pertinente a ser trabalhado na atualidade devido à diversidade cultural, cada vez mais notória na nossa sociedade. Para além disso, considero tratar-se de um assunto aliciante.

Esta sensibilização deve ser feita desde os primeiros anos de vida das crianças, para que estas desenvolvam: atitudes positivas de abertura à diversidade linguística e cultural, ficando motivadas para a aprendizagem de línguas; capacidades de ordem metalinguística e metacognitiva; cultura linguística, saberes relativos às línguas (cf. Martins, 2008 e Candelier, 2007).

Para levar a um envolvimento ativo e dinâmico das crianças decidi utilizar o jogo no Quadro Interativo, para trabalhar de uma forma lúdica a temática.

Tal como a diversidade cultural, as Novas Tecnologias da Comunicação (NTC) também fazem parte integrante do nosso quotidiano, assumindo um papel de extrema relevância, uma vez que facilita o acesso à informação, a comunicação entre as pessoas, trata-se de um instrumento apelativo, que desperta o interesse das crianças. Desta forma, considero uma mais-valia a sua utilização na sala de aula.

 

Perante o exposto anteriormente, coloco as seguintes questões:

 

Candelier (coord.), & et al. (2007). CARAP - Framework of reference for pluralistic approaches to languages and cultures. Graz: ECML (European Centre for Modern Languages).

Martins, F. (2008). Formação para a diversidade linguística - um estudo com futuros professores do 1º Ciclo do Ensino Básico. Tese de Doutoramento. Aveiro: Universidade Aveiro.

 

Raquel Dias


tags: , , , ,

publicado por raquel-dias às 14:42

De mrmo a 29 de Novembro de 2013 às 18:16
Olá Raquel :)

Quero começar por referir que considero a tua temática bastante atual e pertinente. Gostaria, no entanto, de saber se quando pensaram nesta temática já sabiam que o contexto onde iam desenvolver a vossa Prática Pedagógica Supervisionada utilizava o quadro interativo.

Relativamente à tua primeira questão, considero que é importante utilizar as Novas Tecnologias da Comunicação (NTC), até porque o desenvolvimento destas fazem parte das Metas de Aprendizagem para a Educação Pré-Escolar.

As NTC são apresentadas pelas Metas de Aprendizagem com o intuito de não se “ […] esgotar ou limitar as oportunidades de aprendizagem que se podem proporcionar a crianças em idade pré-escolar, constitui-se antes como um quadro de referência que permite clarificar e situar as aprendizagens que asseguram à criança condições para abordar com sucesso a etapa seguinte” (p. 21).

Segundo Silva e Torres (2009) “Estes quadros [interativos] são utilizados em vários contextos, como em salas de aula, em qualquer nível de ensino […] ” (p. 36) o que mostra que a utilização de quadros interativos até possível até em contextos de educação de infância.

No que diz respeito à segunda questão considero que tudo depende do uso que fazemos das NTC. No entanto, considero que estas abrem às crianças outros espaços, “ […] o que lhes permite ir bem mais longe no seu desenvolvimento” (Tavares & Barbeiro, 2011, p. 8).

Continuação de um bom trabalho!
Beijinho.
Márcia Oliveira.

Referências bibliográficas:

Ministério da Educação. (2010). “Metas de Aprendizagem”. Direcção Geral de Inovação e de Desenvolvimento Curricular (DGIDC).

Slva, F., Torres, J. (2009) . Avaliação da utilização em sala de aula de um quadro digital interactivo baseado no wiimote. Revista da Faculdade de Ciência e Tecnologia. Porto: Edições Universidade Fernando Pessoa.

Tavares, C., Barbeiro, L. (2011). As Implicações das TIC no Ensino da Língua. Ministério da Educação. Direcção-Geral de Inovação e de Desenvolvimento Curricular.


De raquel-dias a 22 de Dezembro de 2013 às 17:41
Olá Márcia.

Quando pensámos na possibilidade de utilizar o Quadro Interativo no nosso projeto de intervenção didática informamo-nos se havia algum no centro escolar, perguntando às colegas que se encontravam lá a trabalhar e contactando com a coordenadora da escola.
Obrigada pela partilha, apresentaste autores que já conhecia e outros que vão ser muito importantes para desenvolver a parte teórica.

Beijinho,
Raquel Dias


Comentar:
De
Nome

Email

Url

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados



Email

Password


Este Blog tem comentários moderados


Comentário

Máximo de 4300 caracteres




O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Autores
Dezembro 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9

15
17
19

24
25
26
27
28

29
30
31


tags

todas as tags

subscrever feeds

RSSPosts

RSSComentários