Blog da UC de Gestão de Comunidades de Aprendizagem online
pesquisar neste blog
posts recentes

Balanço final do trabalho por projeto

Balanço do Projeto de Intervenção

Balanço Geral

As decorações do Natal

Reflexão Intermédia

O Diário de Turma e o Conselho de Turma!

A importância do estágio supervisionado para a formação de professores

Alguma angústias e preocupações durante a prática pedagógica

Estratégias !

Momento de autonomia das crianças

arquivos

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

participar

participe neste blog

Terça-feira, 12 de Novembro de 2013
Descobre as minhas vivências!

Olá!

Cá estou eu mais uma vez para vos mostrar algumas das atividades que se têm desenvolvido na minha sala preferida.

Os temas principais desenvolvidos até agora incidiram sobre a "alimentação saudável", "exercício físico e higiene pessoal", "dia das bruxas" e "dia de São Martinho". Estes temas surgiram em diálogo entre as minhas estagiárias e a educadora desta sala, pois todas as semanas têm uma reunião em que abordam, não só o que têm de planificar, como também o grupo de crianças, algum problema que surja, entre outros assuntos.

Relativamente às atividades realizadas para o primeiro tema mencionado, estas consistiram numa prova de sabores, numa espetada de fruta, num jogo de distinção de alimentos, na realização de um prato saudável através de recortes de alimentos de jornais e revistas. Estas atividades correram bem, foram bem recebidas pelas crianças e, o principal objetivo foi cumprido, nomeadamente o de as crianças reconhecerem os alimentos e a  importância de uma alimentação saudável .

      

 

                                    

 

Para o segundo tema, as atividades que foram realizadas consistiram na visualização de um filme sobre a importância da fruta, dança de uma música, relaxamento com recurso a uma música calma, pintura de desenhos alusivos à rotina matinal das crianças, ensino de uma música sobre a rotina diária, presença de um higienista oral que fez um diagnóstico a cada criança e explicou-lhes a importância  e de como se devem lavar os dentes. Todas estas atividades, de uma forma geral, correram conforme o previsto e ficámos a saber que as crianças têm noção da importância da higiene, sendo visível também na preocupação que têm de lavar as mãos antes de cada refeição.

 

                                                              

 

No que se refere à temática do dia das bruxas, as atividades desenvolvidas remeteram para a desmistificação do medo (presença de uma bruxa, fantasma,caixa das emoções), realização de alguns recursos para o festejo do dia das bruxas (realização de um móbil decorativo, fatos e chapéus de bruxa). leitura da história bruxa Mimi  e realização de um baile de bruxas. Estas atividades suscitaram um pouco de agitação na turma durante a semana, uma vez que estiveram em causa os medos e receios das crianças.

          

 

                                                          

 

Por fim, as atividades realizadas para o São Martinho/Magusto, consistiram na dramatização da lenda, na realização de uma banda desenhada, picotagem e decoração de uma castanha, construção de um mural com provérbios; lendas; canções; rimas e outros materiais trazidos pelos pais e crianças (visto que se tratou de uma atividade de parceria entre escola-família), ensino de uma música, realização de um bolo de castanhas, magusto entre todas as turmas de pré e 1.º CEB. Nesta semana, o facto de termos realizado muitas atividades, sentimos que as crianças estavam mais cansadas.

      

 

beijinhos,

Catarina e Carolina.


tags:

publicado por ana-resende às 19:20

15

De vaniacastro a 14 de Novembro de 2013 às 11:46
Olá Catarina e Carolina :)
Acho interessante darem a conhecer algumas das atividades que têm vindo a realizar ao longo das vossas intervenções.
Eu e a Ivete estamos também na educação pré-escolar e também trabalhamos a alimentação saudável, o dia das bruxas e o dia de são martinho.
Na alimentação saudável começamos por abordar a roda dos alimentos e, posteriormente, construí-mo-la. No entanto, esta atividade não foi feita apenas num dia, pois seria muita informação para as nossas crianças assimilarem.
No dia 16 de outubro, dia mundial da alimentação, para além de falarmos da alimentação saudável também fizemos, tal como vocês, espetadas de fruta. Foi uma atividade que as crianças adoraram realizar.
Partindo das espetadas de fruta, e tendo que iniciar o tema dos 5 sentidos, começamos a desenvolver pequenas atividade onde trabalhávamos cada um dos sentidos.
No dia das bruxas, cada criança criou a sua máscara assustadora para depois andar a causar o "terror" pela instituição e pela sua casa :)
Já no dia de são martinho, na hora da manta, foi-lhe lida a lenda de são martinho e ainda puderam escutar um música também sobre esta lenda. Feito isto, conversámos sobre este dia, pintaram um desenho alusivo à lenda de são martinho e depois tivemos o nosso magusto, onde todas as crianças da instituição puderam ver uma fogueira ateada e as castanhas a serem lá assadas. Depois disto, chegou a horinha de provarmos as castanhinhas :)
Continuação de bom trabalho.
Beijinho,
Vânia Castro


De ssd a 14 de Novembro de 2013 às 20:40
Boa noite meninas...

Neste momento encontro-me a estagiar no 1.º ciclo, numa turma do 2.º ano, e ao longo destas semanas também tive a oportunidade de trabalhar algumas das mesmas temáticas que apresentaram. Para celebrar o dia mundial da alimentação, para além de outras atividades também realizamos com os alunos uma espetada de frutas, recorrendo à interdisciplinariedade . Para além de os alunos tomarem consciência do contributo da fruta para uma alimentação saudável, aproveitamos esta atividade para trabalhar questões da matemática. Cada aluno inicialmente teve de realizar o projeto da sua espetada, respeitando uma determinada sequência. Para além disto, perguntamos aos alunos em quantos pedaços poderíamos cortar cada peça de fruta. Como vêm através da realização da espetada, foi possível abordarmos as sequências e estimativas de uma forma prática e lúdica. Sempre que seja possível é importante trabalharmos a interdisciplinariedade de forma a que os conteúdos interagem como forma de complementação.
Na área de estudo do meio, também abordamos os cinco sentidos. Como forma de contextualização realizamos um jogo onde os alunos tiveram a oportunidade de testarem os seus sentidos. Para isso, puderam provar diferentes alimentos, sentir diferentes texturas, ouvir diferentes sons, cheirar diferentes aromas e para a visão fizeram a mistura das cores primárias, para descobrirem quais as cores resultantes. Esta atividade entusiasmou bastante os alunos, mas infelizmente pela falta de tempo nem todos os alunos puderem testar os seus sentidos.
Por fim, celebramos também o dia de S. Martinho através da projeção e leitura da lenda de S. Martinho, do recorte das imagens da lenda e sua ordenação, e escrita de frases para cada imagem, de modo a recontarem a lenda. Realizaram ainda o cartucho para as castanhas, cantámos músicas e claro, não podíamos deixar de comer as castanhas.
Apesar de se tratarem de crianças em níveis diferentes de desenvolvimento, é possível abordarem-se as mesmas temáticas tendo em conta as suas capacidades.
Beijinhos,

Sabrina Duarte


De carolina-dias a 18 de Novembro de 2013 às 13:05
Olá meninas :) obrigada pelo vosso comentário. Para nós as vossas atividades também nos parecem muito interessantes. Quando realizaram essas atividades as crianças estavam implicadas? Ia ao encontro dos seus gostos e interesses? Ou após terem realizado cada uma das atividades alteravam algo?

Beijinho,
Carolina e Catarina.


De vaniacastro a 18 de Novembro de 2013 às 13:15
Olá meninas :)
Das atividades que mencionei pensou que a que cansou uma pouco mais as crianças foi a da alimentação saudável, pois este tema teve que ser tratado em algumas sessões e prolongou-se mais um pouco do que o que seria de esperar. Desta forma, tentamos alterar um pouco as sessões sobre este tema.
As restantes foram muito bem aceites pelas crianças e tentamos realizar sempre atividade que fossem ao encontro dos gostos e interesses das crianças.

Continuação de bom trabalho,
Vânia Castro


De carolina-dias a 18 de Novembro de 2013 às 13:07
Olá meninas :) obrigada pelo vosso comentário. Para nós as vossas atividades também nos parecem muito interessantes. Quando realizaram essas atividades as crianças estavam implicadas? Ia ao encontro dos seus gostos e interesses? Ou após terem realizado cada uma das atividades alteravam algo?

Beijinho,
Carolina e Catarina.


De carolina-dias a 25 de Novembro de 2013 às 13:22
Olá Márcia :) obrigada por teres partilhado esta estratégia adotada pela educadora. Sem dúvida que é um método bastante interessante e que permite às crianças guardarem os receios e medos que têm, tendo sempre a ideia que estão trancados e que de lá não vão sair. Desta forma, dá-lhes mais segurança e ajuda-as a saberem exprimir e lidar com essas emoções.
A história da Maria castanha também foi trabalhada na nossa sala, mas pela educadora nos dias em que não estávamos presentes.

Beijinho e continuação de bom trabalho,
Carolina e Catarina.


De andreiacsilva a 14 de Novembro de 2013 às 20:32
Olá meninas :)

Tenho uma pequena dúvida na maneira como escrevem, vocês criaram alguma mascote para a turma e ela relata o que vai acontecendo? Pelo menos na expressão "diálogo entre as minhas estagiárias e a educadora desta sala" parece ser alguém a falar de vocês.

Deve ter sido fantástico para as crianças a atividade da prova de sabores, porque as crianças gostam é de experimentar as coisas e vocês proporcionaram-lhes isso :) que objetivos vocês pretendiam alcançar com esta atividade?

Só mais uma coisa, vocês já começaram a implementar o vosso projeto? Alguma destas atividades se relacionava com os vosso projetos?

Bom trabalho! ;)

Andreia Silva


De carolina-dias a 18 de Novembro de 2013 às 13:20
Olá Andreia :) respondendo às tuas questões, não criámos nenhuma mascote. A maneira que falamos no blog foi uma estratégia que quisemos adotar para dar a conhecer o contexto e as atividades em que é a própria escola que está a falar.
Na atividade da prova dos sabores, as crianças gostaram de a realizar pois estavam de olhos vendados e a provar algo que não sabiam ser o que é. Com isto pretendíamos que as crianças desenvolvessem o seu sentido de degustação, de identificação de alimentos, da distinção entre os vários sabores, nomeadamente o amargo, doce, salgado.
Por fim, as atividades até agora realizadas não de inserem no nosso projeto, mas sim atividades para o cumprimento do plano e atividades que vão ao encontro dos gostos dos mais pequenos. A nível de atividades para o nosso projeto ainda não implementamos nada, uma vez que o nosso tema é específico e difícil de criar atividades, como por exemplo para o português, matemática ou as ciências. Uma vez que o nosso projeto está ligado ao desenvolvimento pessoal e social da criança, começamos com uma observação, preenchimento de grelhas e as fichas do SAC, questionários e entrevistas. As atividades que poderemos vir a realizar prendem-se com a promoção da automática e das competências sociais das crianças assinaladas a amarelo e vermelho nas fichas do SAC.

Beijinho,
Carolina e Catarina.


De carolina-dias a 18 de Novembro de 2013 às 13:22
* autoestima


De mrmo a 19 de Novembro de 2013 às 21:57
Olá meninas :)

Achei realmente interessante o vosso post!

Relativamente ao que referiram acerca da temática do dia das bruxas, nomeadamente, “Estas atividades suscitaram um pouco de agitação na turma durante a semana, uma vez que estiveram em causa os medos e receios das crianças”, quero partilhar convosco algo que foi realizado na nossa sala de atividades.

Como estes dias causam nas crianças alguns medos e pesadelos, a educadora na semana do dia das bruxas contou ao seu grupo de crianças uma história relativamente aos medos, sendo que depois pediu que cada criança desenhasse o seu maior pesadelo. Assim que todas as crianças terminaram o seu desenho a educadora pediu que metessem os seus pesadelos dentro de um garrafão ao qual deram o nome de “O garrafão dos medos”. E, por incrível que pareça, ainda hoje é o dia que as crianças referem que nunca mais tiveram pesadelos ou medos pois esses estavam dentro do garrafão e já não as podiam atormentar.

Considero que esta ideia da educadora permitiu que as crianças se sentissem mais seguras a festejar o dia das bruxas, permitindo que não acontecesse uma grande agitação ao longo dessa semana. E vocês, consideram uma boa estratégia?

No que diz respeito à semana de São Martinho, também realizamos uma dramatização, sendo que a nossa foi acerca da história “Maria Castanha” e incidiu na utilização de fantoches realizados pelas crianças. Foi uma atividade muito divertida e da qual todas as crianças gostaram, até as que assistiram.

Continuação de um bom trabalho!
Beijinho.
Márcia Oliveira.


De baptista a 21 de Novembro de 2013 às 18:03
Olá meninas :)

Achei interessante o vosso post e considero interessante trocar atividades realizadas, visto que nos poderão ajudar em ações futuras.

Em relação ao que fizemos para o dia de São Martinho, a Márcia já referiu.

No entanto, a temática da alimentação também foi por nós trabalhada, no dia 16 de outubro de 2013, no Dia da Alimentação. Para iniciar o dia, começámos por ler às crianças a história “A Lagartinha muito comilona” e procedemos à exploração da mesma, através da colocação de questões às crianças. Após a exploração da história, realizámos com as crianças um jogo no espaço exterior. Para a realização do mesmo, intitulado o “Jogo dos Alimentos”, foi disponibilizado a cada criança um cartão, que colocaram ao peito, podendo o cartão conter ou uma fruta ou um legume. Num local do recreio colocámos uma panela e noutro colocámos uma fruteira. A cada imagem foi atribuído um som: as frutas correspondiam a um instrumento de metal e os legumes ao som produzido por um tambor. Assim que as crianças que possuíam a imagem de uma fruta ouviam o som de metal, dirigiam-se para a fruteira e quando tocava o tambor, apenas as crianças que possuíam as imagens dos legumes se dirigiam para a panela. Quando não ouviam nenhum som, tinham que circular pelo espaço.

Continuação de bom trabalho.

Beijinho.

Sandra Baptista.


De carolina-dias a 25 de Novembro de 2013 às 13:28
Olá Sandra :) a tua atividade é muito parecida ao nosso jogo da distinção de alimentos que funcionou da mesma maneira que o teu mas acrescentamos mais duas categorias, nomeadamente, o peixe e a carne. Quando realizámos esta atividade com as crianças foi no sentido de estas consolidarem aquilo que tinham abordado anteriormente. Com a atividade percebemos que a maior parte das crianças c


De carolina-dias a 25 de Novembro de 2013 às 13:30
Olá Sandra :) a tua atividade é muito parecida ao nosso jogo da distinção de alimentos que funcionou da mesma maneira que o teu mas acrescentamos mais duas categorias, nomeadamente, o peixe e a carne. Quando realizámos esta atividade com as crianças foi no sentido de estas consolidarem aquilo que tinham abordado anteriormente. Com a atividade percebemos que a maior parte das crianças consegue distinguir as 4 categorias de alimentos. E vocês o que pretendiam saber com as atividades realizadas no dia da alimentação?

Beijinho,
Carolina e Catarina.


De baptista a 25 de Novembro de 2013 às 20:27
Olá meninas :)

Respondendo à tua pergunta pretendíamos, em primeiro lugar, comemorar o dia em questão, o Dia da Alimentação. Para além disto, com a leitura da história pretendíamos desenvolver nas crianças a capacidade de escuta pois, e segundo as Orientações Curriculares para a Educação Pré-Escolar (OCEPE) (1997), uma das regras de conveniência que as crianças devem ter presentes é o saber escutar (ME, 1997), bem como incutir nas crianças a importância de uma alimentação saudável.
Relativamente ao jogo, pretendíamos trabalhar com as crianças uma das áreas de conteúdo previstas para a educação pré-escolar, a área de expressão e comunicação, mais especificamente o domínio da expressão musical, nomeadamente reconhecer sons, uma vez que as crianças tinham que escutar os sons produzidos pelos instrumentos utilizados. Pretendíamos ainda saber se as crianças eram capazes de distinguir os legumes dos frutos.

Continuação de bom trabalho.

Beijinho.

Sandra Baptista.

Referências Bibliográficas:
Ministério da Educação (1997). Orientações Curriculares para a Educação Pré-Escolar. Lisboa: Departamento da Educação Básica.


De joanaazevedo a 14 de Dezembro de 2013 às 13:57
Olá meninas :)

Gostei do vosso post, pois dão-nos a conhecer alguns dos temas principais que trabalharam com as crianças.
Dou-vos os Parabéns por numa das vossas intervenções conseguirem a presença de um higienista oral. O facto de ir um profissional na área é uma mais-valia para as crianças, pois têm à sua disposição um profissional no assunto a quem podem tirar e esclarecer todas as dúvidas. Desta forma, aprendem melhor.
Por fim, deixo-vos uma questão: como é que as crianças reagiram à presença do higienista oral?


Beijinhos,
Joana Ferreira


Comentar post

Autores
Dezembro 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9

15
17
19

24
25
26
27
28

29
30
31


tags

todas as tags

subscrever feeds

RSSPosts

RSSComentários

RSSComentários do post