Blog da UC de Gestão de Comunidades de Aprendizagem online
pesquisar neste blog
posts recentes

Balanço final do trabalho por projeto

Balanço do Projeto de Intervenção

Balanço Geral

As decorações do Natal

Reflexão Intermédia

O Diário de Turma e o Conselho de Turma!

A importância do estágio supervisionado para a formação de professores

Alguma angústias e preocupações durante a prática pedagógica

Estratégias !

Momento de autonomia das crianças

arquivos

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

participar

participe neste blog

Segunda-feira, 4 de Novembro de 2013
Caracterização da Realidade Pedagógica

 Durante nove dias de observação, tivemos a oportunidade de contactar com uma turma do quarto ano de escolaridade, constituída por vinte alunos, dos quais oito são do sexo feminino e 12 são do sexo masculino e com idades compreendidas entre os oito e os dez anos.

 Deste modo, a observação realizada nas três semanas foi feita com o intuito de reunir a informação acerca da população da freguesia de Santa joana, do agrupamento de escolas José Estevão, da escola EB1 do Solposto, da sala do 4º ano (organização do espaço, assim como das rotinas e horários da turma), da turma em si (dados dos alunos e dos pais), clima do grupo, oferta educativa, tipo de atividades, a forma como os alunos se empenham e as desempenham e os níveis de bem-estar e implicação dos alunos. 

A freguesia em que ocorrerá a nossa Prática Pedagógica Supervisionada é na Freguesia de Santa Joana e a EB1 do Solposto pertence ao Agrupamento de Escolas José Estevão.

 A escola do primeiro ciclo do ensino básico do Solposto existem seis de turma de 1º ciclo, sendo uma do primeiro ano de escolaridade, em que numa delas estão inseridos cinco alunos do quarto ano de escolaridade, uma turma do segundo ano, duas do terceiro ano e uma do quarto ano. Este centro educativo alberga também a valência do pré-escolar, tendo assim neste momento um grupo de crianças.

Esta escola é constituída por quatro edifícios, em que dois se destinam para o primeiro ciclo, mais especificamente, um para os primeiros e segundos anos e biblioteca e outro para os terceiros e quartos anos e ATL, um para o pré-escolar e um para a cantina. Também existe uma sala de recursos que contém armários com materiais didáticos para os professores utilizarem e uma mesa para estes estarem e reunirem quando necessário.

Relativamente ao espaço exterior, este é caraterizado pela existência de um espaço de terra batida com um campo de futebol, onde os alunos podem brincar nos intervalos.

No que diz respeito à oferta educativa, a sala da turma em que estamos inseridas situa-se no segundo edifício da escola, é bem iluminada e arejada e apresenta uma organização do espaço, o que faz com que pareça maior e que haja uma maior mobilidade por parte de todos. Para que os alunos estejam mais atentos e de maneira a que todos tenham uma boa visibilidade para o quadro a docente muda constantemente a organização das mesas dos alunos. A organização da sala é também modificada consoante as estratégias que estão previstas para aquele dia, por exemplo quando são realizados trabalhos de grupo as secretárias são colocadas duas as duas, para que o grupo se reúna e consiga falar entre si, debatendo o que é necessário para a realização do trabalho.

 

 

Beijinhos e bom trabalho!!!

 

Carla e Márcia

 



publicado por carlaribas às 16:02

16

De samantacaleiro a 4 de Novembro de 2013 às 19:49
Olá meninas :)

Após ler a vossa caracterização da realidade pedagógica, mais concretamente no que toca a gestão do espaço, uma questão surgiu de imediato.
Quando dizem que "Para que os alunos estejam mais atentos e de maneira a que todos tenham uma boa visibilidade para o quadro a docente muda constantemente a organização das mesas dos alunos", gostaria de saber de que forma a professora organiza as mesas?
Esta questão deve-se ao facto de na sala em que me encontro a estagiar, e como já referi num post o défice de atenção e concentração é elevado, sinto alguma dificuldade na distribuição dos alunos. Os alunos apresentam diferentes ritmos de trabalho e de aprendizagem, há aqueles que necessitam de um apoio mas sistematizado, aqueles que se distraem facilmente mesmo sozinhos, os que distraem os outros... E a questão é: Como sentar os alunos de forma a promover um ambiente propício à aprendizagem? Desta forma, penso que ao especificarem as estratégias da vossa professora titular me poderão ajudar :)

Beijinho e continuação de um bom trabalho,
Samanta Caleiro


De carlaribas a 27 de Novembro de 2013 às 15:36
Olá Samanta :)

Relativamente à organização e gestão do espaço, como já referimos, a professora organiza a disposição da sala de acordo com o tipo de atividades que irá realizar, ou seja, nos trabalhos de grupo coloca as mesas agrupadas, formando os grupos de trabalho e para que assim não haja interação entre estes. Outra forma de disposição é em "u" e assim a professora consegue visualizar todos os alunos, dando a mesma atenção a todos.
Assim sendo, os alunos que apresentam mais dificuldades de aprendizagem situam-se à frente do quadro interativo ou o mais próximo possível da professora, para que esta os consiga auxiliar quando é necessário.
Outro aspeto que pensamos importante referir é o facto de os alunos não se sentarem onde querem e não escolherem o seu lugar devido às amizades. Desta forma, é a professora que distribui os alunos pelos respetivos lugares, o que evita que estes se distraiam e conversem uns com os outros. Quando é necessário são alterados os lugares, o que acontece devido à falta de concentração e à distração dos alunos.
Beijinhos,
Carla e Márcia


De mrmo a 5 de Novembro de 2013 às 22:57
Olá meninas e Samanta :)

Relativamente ao que referiram "Para que os alunos estejam mais atentos e de maneira a que todos tenham uma boa visibilidade para o quadro a docente muda constantemente a organização das mesas dos alunos" quer dizer que a docente ainda não encontrou uma organização que permita que todos os alunos estejam atentos e com uma maior visibilidade?

Considero que se o caso for este voçês podiam apresentar propostas de organização, uma vez que a organização do espaço é fundamental para promoção da aprendizagem e uma vez que ainda não se encontrou a organização adequada que permita captar o interesse das crianças, isso poderá influenciar as vossas intervenções. O que pensam desta situação? É um preocupação vossa?

No que diz respeito à questão colocada pela Samanta que também poderá ser uma questão vossa, gostaria de vos especificar que estratégia é que a professora implementava na sala de aula relativamente à organização do espaço e dos alunos, pois considero que não basta organizar o espaço de forma adequada a todos os alunos mas também organizar estrategicamente os alunos pelas mesas.

No semestre passado estagiei no 4.º ano de escolaridade e também tínhamos crianças com um défice de atenção e de concentração. Deste modo, a docente colocou as crianças que apresentavam um maior dificuldade de concentração e atenção nas primeira fila para que pudesse interagir constantemente com essas crianças e incentivá-las a participar nas atividades para dessa forma captar a sua atenção, pois se as crianças estiverem envolvidas e empenhadas no que estão a desenvolver será mais fácil esse défice ir diminuindo. Outra estratégia que a docente utilizava era pedir que a criança, no momento em que não estava concentrada, fosse fora da sala refletir, pensar nas atitudes que estava a tomar, pois essa desconcentração poderia prejudicar o resto da turma. No entanto, considero que não basta pedir para a criança ir fora da sala refletir sobre as suas atitudes, acho que também é importante no momento em que esta entra na sala refletir com a criança e com todo o grupo acerca das atitudes que esta estava a tomar para que as restantes crianças compreendam que há certas posturas que não se deve ter na sala de aula, principalmente em certos momentos.

Espero que de algum modo o que referi vos ajude :)

Continuação de um bom estágio :)

Beijinho.
Márcia Oliveira


De carlaribas a 27 de Novembro de 2013 às 15:48
Olá Márcia :)

Relativamente à organização do espaço, esta não é feita só para que os alunos estejam atentos e tenham uma boa visibilidade, mas também para corresponder à tipologia das diferentes atividades a realizar e para que os alunos com mais dificuldades e com défice de atenção estejam dispostos na parte da frente da sala, de forma a que a professora consiga estar atenta às suas dificuldades e motivá-los a interagir com ela e com a turma, o que permite que estes estejam mais concentrados e empenhados na realização das tarefas.
Por outro lado, o facto de a disposição da sala alterar permite que os lugares dos alunos também se alterem e assim estes estão ao lado de diferentes colegas, o que lhes possibilita que fiquem habituados a trabalhar e a conviver com os diferentes colegas da turma. Para além disso, os alunos não escolhem os lugares onde se irão sentar, sendo a professora que o faz, de forma a que não sejam escolhidos os lugares por amizades, evitando assim distrações e conversas paralelas.
Concordamos com as estratégias com que tiveste oportunidade de contactar no semestre passado e podemos-te dizer que estas também são visíveis na nossa turma. No entanto, são raras as vezes que os alunos vão para fora da sala refletir acerca do seu comportamento e das suas atitudes, pois isso é feito com toda a turma, de forma a que todos os alunos percebam e reflitam sobre as posturas que se devem adotar dentro da sala de aula.
Beijinhos,
Carla e Márcia


De joanafpereira a 6 de Novembro de 2013 às 11:21
Olá meninas :)
Considero que a caraterizção do vosso contexto está bastante completa pois atentam em aspetos importantes, sempre com exemplos. No entanto algo me prendeu a atenção no que se refere ao espaço exterior. Mencionam que este é um espaço em terra batida com um campo de futebol. O espaço exterior resume-se somente a isto? Não consideram que este deveria ter outros recursos para as crianças que desejem praticar outras atividades? Quando todas as crianças estão no recreio, caso não queiram jogar futebol, para onde se deslocam?
Desconheço o tema do vosso relatório de estágio mas seria pertinente pensarem numa forma de dinamizarem este espaço com outro tipo de recursos possíveis para a escola. Talvez fosse um tema importante para incluir no projeto educativo da escola e poderiam ser vocês a dar o ponto de partida :)

Bom trabalho!
Beijinhos
Joana


De carlaribas a 27 de Novembro de 2013 às 15:54
Olá Joana,

relativamente ao espaço exterior do contexto em que estamos inseridas, é possível afirmar que apenas existe um campo de futebol e um espaço de terra batida, sendo que os alunos que não queiram praticar este desporto têm que inventar brincadeiras durante os intervalos.
Neste espaço não são visíveis mais nenhuns recursos que os alunos possam explorar, sendo que muitas vezes levam de casa alguns brinquedos (como por exemplo, berlindes, bonecas, cromos).
Sabemos que isto não está certo, mas não temos oportunidade de dinamizar este espaço, visto que o nosso projeto de intervenção está totalmente relacionado com a prática pedagógica supervisionada, sendo que este ocorre dentro da sala de aula.
Beijinhos,
Carla e Márcia


De carlaribas a 27 de Novembro de 2013 às 16:06
Para além do que foi referido, os alunos também têm oportunidade de frequentarem sala do ATL, assim como a biblioteca existente no centro educativo durante os intervalos.


De angelasofia a 8 de Novembro de 2013 às 10:42
Bom dia meninas :) após ler o vosso excerto, gostaria de saber que tipo de intrumentos de recolha de dados usaram neste periodo de observação. Compilação documental? de que documentos? construiram grelhas de observação, para uma observação mais estruturada e menos naturalista? fizeram algum tipo de entrevista ou inquérito?

Continuação de um bom trabalho :)


De carlaribas a 27 de Novembro de 2013 às 15:57
Olá Ângela,

relativamente ao aspeto que referiste, ao longo da nossa observação utilizamos poucos instrumentos de recolha de dados, sendo que maioria da observação foi feita de forma naturalista. No entanto, utilizamos e preenchemos as fichas SAC e também utilizamos uma grelha de Pedro Reis relativa à organização e gestão do espaço, relação entre os alunos e o professor, estratégias adotadas pelo docente e o clima de grupo.
Beijinhos,
Carla e Márcia


De joanaazevedo a 9 de Novembro de 2013 às 00:03
Olá meninas,

Gostei do vosso post, está bastante completo :)
Tal como a joanafpereira, um aspeto que me chamou a atenção foi o espaço exterior. Este é todo em terra batida? E nos dias de chuva existe algum espaço coberto, onde os alunos se possam abrigar?
Vocês estão numa turma de 4.º ano de escolaridade, gostaria de saber quais são as dificuldades que estão a sentir?

Continuação de bom trabalho :)
Beijinhos,
Joana Ferreira


De baptista a 10 de Novembro de 2013 às 12:04
Olá Carla, Márcia e Márcia Oliveira :)

Gostei de ler o vosso post e Márcia Oliveira, gostei de ler o teu comentário.

Ao ler o post da Carla e da Márcia, chamou-me logo a atenção o facto de estarem a intervir junto de um grupo de alunos que integra o 4º ano de escolaridade. No semestre passado também estive perante uma turma do 4º ano e inicialmente fiquei receosa pois, era uma turma que no final do ano teria que realizar as Provas Finais de Língua Portuguesa e de Matemática. Este facto deixou-me receosa pois, senti uma maior responsabilidade e um medo maior de não conseguir responder às dúvidas dos alunos.
E vocês sentiram o mesmo? Ou algo do género?

Hoje, de uma forma mais distanciada, vejo que este sentimento de medo foi natural, visto que estava a iniciar toda a Prática Pedagógica Supervisionada e com o fluir das intervenções este sentimento atenuou normalmente. No entanto, o medo estará sempre presente enquanto estivermos a crescer.

Relativamente à organização do espaço, concordo também com a Márcia Oliveira, quando esta refere que vocês podem apresentar propostas de organização do espaço, pois a organização do espaço influencia a aprendizagem das crianças e, o facto de andarem sempre a mudar essa organização pode quebrar o interesse das crianças.

Como sabem eu e a Márcia Oliveira somos uma díade e, no semestre passado a professora usava estratégias facilitadoras da atenção e dos interesses dos alunos. No entanto, a mesma estratégia não quer dizer que tenha a mesma influência em todas as crianças.

Continuação de um bom trabalho durante o estágio :)

Beijinho.

Sandra Baptista.


De carlaribas a 27 de Novembro de 2013 às 16:03
Olá Joana,

em relação ao espaço exterior, este realmente é de terra batida e só uma parte é que é coberta, sendo que nos dias de chuva os alunos fiquem reservado àquele pequeno espaço.
No que diz respeito às dificuldades sentidas por estarmos com uma turma de 4º ano de escolaridade, é possível afirmar que foram algumas, nomeadamente, o receio por ser uma turma que irá realizar exame nacional a Português e Matemática, sendo que os alunos têm que ser muito bem preparados e têm que ter os conteúdos bem sistematizados. Outro aspeto, é a diferença da faixa etária com que trabalhámos no semestre passado (pré-escolar) e a turma onde estamos inseridas atualmente (4 anos do 1º CEB), o que faz com que a nossa postura e vocabulário tenham que ser diferentes.
Beijinhos,
Carla e Márcia


De carlaribas a 27 de Novembro de 2013 às 16:08
Para além do que foi referido, relativamente ao espaço exterior, os alunos também têm oportunidade de frequentarem sala do ATL, assim como a biblioteca existente no centro educativo durante os intervalos.


De imgt a 13 de Novembro de 2013 às 12:12
Olá meninas :)
Gostei da forma como vocês descreveram o vosso contexto e o trabalho que realizaram ao longo desta fase de observação.
Após ler atentamente o vosso post surgiram-me três questões que gostaria que me respondessem.
A primeira está relacionada com a recolha de dados que permitiram avaliar os níveis de bem estar e implicação dos alunos. Utilizaram as fichas do SAC para proceder a essa recolha?
Vocês referem o seguinte "A escola do primeiro ciclo do ensino básico do Solposto existem seis de turma de 1º ciclo, sendo uma do primeiro ano de escolaridade, em que numa delas estão inseridos cinco alunos do quarto ano de escolaridade", gostaria de saber qual o motivo disso acontecer? Se vocês me souberem esclarecer, claro ;).
A última questão deve-se ao espaço exterior, como já colegas nossas demonstraram a mesma preocupação. Os alunos que não jogam futebol como se entretêm? Há outras atividades que possam realizar no espaço exterior? e quando o tempo não permite, há alguma espaço onde os alunos possam brincar?
Continuação de bom trabalho :)
Ivete Teixeira


De carlaribas a 27 de Novembro de 2013 às 16:14
Olá Ivete,

relativamente aos instrumentos de recolha de dados, nomeadamente à avaliação dos níveis de bem-estar e implicação dos alunos, foi possível avaliar estes aspetos recorrendo ao preenchimento das fichas SAC.
No que diz respeito à tua segunda questão, ou seja, ao facto de existirem uma turma com alunos do primeiro e quarto ano de escolaridade, não temos dados que nos permitam saber porque isto acontece. A nosso ver, poderá estar relacionado com o facto de a turma que frequentamos já ter o limite do número de alunos e não existirem alunos suficientes para formar outra turma, mas como já referimos não temos dados comprovar este facto.
Em relação ao espaço exterior, os alunos têm oportunidade de frequentarem a sala do ATL, assim como a biblioteca existente no centro educativo durante os intervalos. Para além disso, podem levar brinquedos de casa para brincarem nos intervalos ou então inventarem brincadeiras onde não sejam necessários recursos.
Beijinhos,
Carla e Márcia


De vaniacastro a 13 de Novembro de 2013 às 12:19
Olá Carla e Márcia :)
Vocês falaram em relação à organização da sala de aula e mencionaram que a professora adota a estratégia de ir mudando a organização das mesas dos alunos.
No semestre passado tive a estagiar com uma turma do 2º ano de escolaridade, e estes encontravam-se a ter aulas em contentores. Desta forma, o espaço livre que existia na sala era muito pouco, o que até dificultava a nossa movimentação pela sala, assim como a das crianças.
Neste contexto a disposição das mesas também era alterada constantemente e, para além disso, os alunos mudavam de lugar sempre que a professora achasse oportuno.
Estas alterações (mudanças de lugar) ocorriam mediante o comportamento dos alunos, ou seja, quando algum dos alunos estava, constantemente, na conversa com o companheiro, era mudado de sítio.
Considero que esta estratégia nem sempre era bem sucedida, pois os alunos, quando querem, arranjam sempre algo com o que se distrair. Penso que para manter os alunos atentos e interessados, para além de haver a preocupação em mantê-los no lugar certo, é muito importante que se adotem medida estratégicas para cativar a sua atenção/interesse e que as atividades propostas sejam desafiantes.
Continuação de bom trabalho,
Vânia Castro






Comentar post

Autores
Dezembro 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9

15
17
19

24
25
26
27
28

29
30
31


tags

todas as tags

subscrever feeds

RSSPosts

RSSComentários

RSSComentários do post