Blog da UC de Gestão de Comunidades de Aprendizagem online
pesquisar neste blog
posts recentes

Balanço final do trabalho por projeto

Balanço do Projeto de Intervenção

Balanço Geral

As decorações do Natal

Reflexão Intermédia

O Diário de Turma e o Conselho de Turma!

A importância do estágio supervisionado para a formação de professores

Alguma angústias e preocupações durante a prática pedagógica

Estratégias !

Momento de autonomia das crianças

arquivos

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

participar

participe neste blog

Terça-feira, 22 de Outubro de 2013
Descobre o meu mundo...
Olá, eu sou o jardim de infância de Verdemilho e sim tenho muitas espigas de milho à minha volta. Ao pé de mim andam sempre 49 crianças, com idades, compreendidas, entre os 3 e os 6 anos. Estas estão divididas por duas salas, a sala A (24 crianças) e a sala B (25 crianças). A que mais gosto é a sala A porque, para além das minhas crianças, tem agora duas meninas novas, a Carolina e a Catarina. Estas meninas estão aqui para aprenderem a ser, um dia, professoras/educadoras.
Sou um jardim de infância pequeno mas muito acolhedor e simpático. Adoro quando as crianças percorrem o meu espaço, pois é sinal que estão em interação umas com as outras e em busca de novos saberes, seja na sala ou no recreio. Tenho a preocupação do meu espaço exterior ser amplo e ter recursos para as crianças explorarem, como por exemplo triciclos, trotinetes, baloiços, entre outros. Só acho que me falta um coberto para proteger as minhas crianças quando chove.
Por outro lado, a minha sala preferida tem muitas áreas onde as crianças podem brincar, por exemplo as áreas: da casinha, da biblioteca, da pintura, do computador, dos jogos e muitas outras. Todas elas estão pensadas em dar mais autonomia às crianças, pois todos os recursos estão à disposição e à altura das crianças, possibilitando que sozinhas realizem o que mais gostam sem pedirem aos adultos.
Também gosto muito desta sala porque, para além das estagiárias, tem também a educadora e a assistente operacional. As quatro juntas tentam proporcionar, às crianças, momentos de bem-estar, de diálogo, de brincadeiras livres, de atividades lúdicas, atendendo aos interesses e desejos daquele grupo de crianças.
Por fim, espero que tenham gostado de me conhecer! Caso tenham alguma sugestão para melhorar o meu espaço e para contribuir na alegria e aprendizagem das crianças, estou aqui à vossa espera! :)

Não percam o próximo post porque nós também não :b

Carolina e Catarina
tags: ,

publicado por carolina-dias às 19:36

7

De mrmo a 26 de Outubro de 2013 às 10:04
Olá :)
Gostei muito do vosso post :)
Segundo as Orientações Curriculares para a Educação Pré-Escolar (ME, 1997), o ambiente educativo deve ser facilitador do desenvolvimento e da aprendizagem de todas as crianças. Deste modo, considero que uma sala organizada por áreas permite uma diversidade de situações de aprendizagem. E, pelos vistos, a vossa sala parece ter condições para proporcionar às crianças aprendizagens significativas.
A nossa sala também é constituída por uma diversidade de áreas:
- Área do acolhimento que integra a área da biblioteca; - Área da expressão plástica;
- Área da casinha e do quarto;
- Área do cabeleireiro;
- Área do médico;
- Área da trapalhada e dos disfarces;
- Área dos jogos de mesa e do chão;
- Área das ciências;
- Área da informática;
- Área da escrita e leitura individual;
- Área do supermercado.
Como podem ver, existe uma grande diversidade de áreas na sala onde estou a realizar a prática pedagógica, até pode ser que não tenham na vossa sala uma destas áreas e tenham a oportunidade de a criar na vossa sala. Assim como se existir alguma área na vossa sala que não conste nas da minha sala, também poderia ser um ponto de partida para nós.
Gostava de vos colocar algumas questões relativamente à organização do vosso grupo de crianças: como é que na vossa sala é realizada a organização do grupo? Existem instrumentos organizativos facilitadores da organização e da tomada de consciência de pertença a um grupo? Quais ? E como são elaborados? As crianças participam na sua elaboração e na tomada de decisões ou parte tudo do educador?

Beijinho :) até breve :)

Márcia Oliveira


De carolina-dias a 28 de Outubro de 2013 às 17:03
Olá :) agradecemos desde já o teu comentário. Relativamente à questão sobre as áreas, reparámos que a vossa sala não tem algumas áreas que a nossa sala tem, como é o caso das áreas da plasticina, que é muito importante para desenvolver a motricidade fina, da pintura com cavalete, que é importante para o controlo da mão e do pincel uma vez que estão a pintar na vertical, o controlo da tinta que colocam no pincel para não escorrer, etc. e, por fim, da cozinha, que como a área do quarto as crianças brincam ao faz de conta. Por outro lado, a sala onde estamos não tem alguma áreas que mencionaste que a tua tem, por exemplo a área do supermercado, a área do medico, a área do cabeleireiro e a área das ciências. Esta ultima estamos a pensar implementar na sala, em parceria com a educadora.
Quanto à organização do grupo de crianças, este já começa a organizar-se autonomamente uma vez que já conhecem a rotina diária. Por vezes alteramos esta rotina e quando as crianças fazem uma atividade em grande grupo, orientada pelo adulto, estão na manta e/ou nas mesas, mediante a atividade. Nestas a crianças sentam-se livremente sem imposição do adulto. Nas atividades de livre iniciativa, que são realizadas em grupo e/ou individualmente, as crianças organizam-se mediante o seu interesse, isto acontece principalmente quando as crianças estão a brincar nas diferentes áreas.
Por fim, o instrumento que nos ajuda a organizar é o quadro de presenças que não só tem esta função como outras, pois permite-nos saber quantas crianças são, quantas são do sexo feminino e masculino, a distribuição das idades e o chefe de sala. Podemos dizer que a criança participam na sua elaboração e na tomada de decisões pois são elas que contam as crianças, assinalando no quadro, decidem quem é o chefe através da eleição, sabem fazer corresponder cada criança a sua idade, entre outros.


Beijinho e esperamos que tenhamos esclarecido as tuas dúvidas.

Carolina e Catarina


De joanarmartins a 28 de Outubro de 2013 às 19:18
Olá Carolina,

A nossa sala é constituída também por áreas e pareceu-nos que são parecidas com os da tua sala.
As áreas são os seguintes:
- Área da biblioteca;
- Área dos jogos de chão;
- Área da casinha;
- Área da pintura;
- Área da expressão plástica;
- Área da modelagem;
- Área do computador;
- Área da garagem;
- Área do desenho.
Na nossa sala os materiais também estão todos ao alcance das crianças de forma a promover a autonomia das mesmas.

Tendo em conta as áreas existentes na tua sala, achas que era pertinente a alteração de alguma delas ou, até mesmo, a desistência de alguma para surgir outra área? No nosso contexto temos esse à vontade, a nossa educadora disse-nos que se achássemos proveitoso para as crianças poderíamos fazer alterações. Neste momento achamos que as áreas estão adequadas, o que não quer dizer que daqui a algum tempo tenhamos a mesma opinião.
As crianças evoluem e o espaço deve evoluir com elas.

Beijinhos,
Joana e Susana




De ana-resende a 29 de Outubro de 2013 às 17:17
Olá Joana e Susana :)
Obrigada pelo vosso comentário. A nossa sala não tem a área da garagem, uma vez que o grupo ainda não evidenciou interesse nesta área. Já agora aproveitamos para perguntar se na vossa sala esta área tem muita afluência e quais os recursos disponibilizados para as crianças brincarem na mesma?
Relativamente à vossa questão, neste momento consideramos que não deve existir qualquer alteração nas áreas que estão na sala, pois as crianças têm demonstrado bastante interesse nas áreas disponibilizadas e, também, o facto de a educadora introduzir constantemente novos recursos faz com que o espaço e as áreas evoluam e complexifiquem, respondendo aos interesses e gostos das crianças.

Beijinho,
Carolina e Catarina.


De joanarmartins a 29 de Outubro de 2013 às 19:45
Olá meninas :)

A área da garagem, na nossa sala, devido ao pouco espaço que tem disponível, só pode ser frequentada por duas crianças de cada vez. Quase sempre estão lá duas crianças. O grupo gosta de brincar nessa área, sendo esta uma área que tem ao dispor uma caixa de cartão decorada por eles e onde está escrito "garagem". Essa caixa de cartão faz de garagem, onde estão arrumados os carros, camiões, motas, comboios e sinais de trânsito. No chão, com papel autocolante, estão desenhados vários percursos que as crianças podem usar durante o brincar. Não necessitam de usar estes percursos, se preferirem imaginar outros podem fazê-lo.
Tal como vocês, e como já referimos, também achamos que neste momento as áreas da nossa sala estão adequadas às necessidades e interesses das crianças, sendo que a nossa educadora, tal como a vossa, também procura introduzir novos recursos e materiais de forma a estimular o interesse das crianças.

Beijinho,
Joana e Susana


De baptista a 10 de Novembro de 2013 às 10:06
Olá Joaninha e Susaninha :)


Achei interessante o vosso comentário. Já passei por vários jardins-de-infância durante o nosso curso, mas nunca por um contexto de infância onde essa área estivesse presente, a área da garagem. É certo que nem todas as áreas fazem sentido em todos os contextos pois, na minha perspetiva, estas têm de fazer sentido para as crianças, têm de ir ao encontro dos seus interesses e das suas necessidades e, por isso, ao longo do ano podem surgir novas áreas em prol de outras, visto que os interesses e as necessidades das crianças também se vão alterando, não sendo sempre os mesmos. Pela vossa descrição, parece-me uma área estimulante, com recursos apelativos.

Contudo, gostava só de saber uma coisa: são sempre os mesmos meninos que frequentam essa área? Ou variam? São mais os meninos ou as meninas que frequentam essa área?

Continuação de bom trabalho para vocês :)

Beijinho.

Sandra Baptista.


De carolina-dias a 11 de Novembro de 2013 às 13:06
Olá Joana e Susana

Está visto que a questão das áreas é tema para muita conversa ;) apesar de na nossa sala não existir uma área específica para a garagem, na área das construções as crianças têm à sua disposição recursos que possibilitam a construção de pistas onde podem circular meios de transporte presentes nesse canto.
Aproveitamos para dar a conhecer que a educadora introduziu uma nova área na sala, nomeadamente a área das ferramentas. Está tem vindo a ter muita adesão por parte das crianças embora esta área esteja limitada apenas a duas crianças. Esta área foi criada uma vez que houve essa necessidade no sentido de estimular algumas crianças, sobretudo um grupo de rapazes.

Beijinho,
Carolina e Catarina.


Comentar post

Autores
Dezembro 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9

15
17
19

24
25
26
27
28

29
30
31


tags

todas as tags

subscrever feeds

RSSPosts

RSSComentários

RSSComentários do post