Blog da UC de Gestão de Comunidades de Aprendizagem online
pesquisar neste blog
posts recentes

Balanço final do trabalho por projeto

Balanço do Projeto de Intervenção

Balanço Geral

As decorações do Natal

Reflexão Intermédia

O Diário de Turma e o Conselho de Turma!

A importância do estágio supervisionado para a formação de professores

Alguma angústias e preocupações durante a prática pedagógica

Estratégias !

Momento de autonomia das crianças

arquivos

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

participar

participe neste blog

Sexta-feira, 30 de Novembro de 2012
Participação Infantil - Projeto de Seminário

Neste post queremos dar-vos a conhecer o trabalho que temos vindo a realizar no âmbito do projeto de seminário.

A nossa temática está inserida na convenção dos direitos das crianças, incidindo concretamente na participação infantil. No início foi um pouco difícil para nós saber o que realizar dentro desta temática, primeiramente porque teríamos de desenvolver o projeto no âmbito do pré-escolar, e em segundo lugar porque nos deparamos com um contexto onde as crianças tinham voz ativa em tudo o que acontecia na sala. No início pensamos que iria ser difícil criar um projeto interessante e motivador uma vez que as crianças já tinham um nível de participação, para nós, fora do vulgar. Com o decorrer do período de observação deparámos-mos com um problema que se repetia constantemente na sala, que eram os conflitos entre as crianças. Começamos a perceber que ainda existiam alguns valores, necessários ao bom funcionamento de um grupo, que ainda não estavam devidamente presentes, como por exemplo, a importância de partilhar, de ser generoso, de ser afetuoso, e de não levar brinquedos que não lhes pertencem para casa.

Perante esta problemática optamos por nos dividir em dois projetos, um projeto que se centra em sessões de filosofia para crianças, desenvolvido pela Liliana, onde através de pequenas histórias são abordados e trabalhos os valores que achámos ser necessários ao bom funcionamento do grupo. Estas sessões são realizadas em pequenos grupos, onde apos ouvirem a história as crianças são questionadas sobre o que ouviram e onde têm de realizar algumas tarefas, em que se tentam colocar no lugar das personagens.

Relativamente ao meu projeto, este centra-se essencialmente no jogo. Decidi pegar nos valores que são trabalhados nas sessões de filosofia e traspô-los para um jogo, onde as crianças perante determinadas situações têm de por em pratica aquilo que aprenderam anteriormente.

O projeto tem corrido muito bem, as crianças participam de uma forma ativa e entusiasmada em todas as fases, estando sempre na expetativa do que virá a seguir.

De uma forma divertida e dinâmica acabamos por dar dicas às crianças de como resolverem os seus conflitos.  

Bom trabalho para todas e não se esqueçam é a brincar que as crianças mais aprendem!

 

Cláudia e Liliana


tags: ,

publicado por claudiarmarques às 21:33

10

De dominique-carocho a 1 de Dezembro de 2012 às 13:24
Meninas, fico mesmo muito feliz por terem conseguido tornar viável o vosso tema de seminário. Bem sei aquilo que vocês passaram por não conseguirem perceber como iriam colocar em prática as questões da participação infantil. Espero sinceramente que esteja a correr bem e que consigam ter feito ou fazer atividades que sejam do agrado das crianças, mas também sobretudo do vosso agrado. Posso indicar-vos uma tese de mestrado que fala da vossa temática em particular e da Cidade Amiga das Crianças, já ouviram falar? Vou procurar essa tese e depois forneço-vos. Na semana passada houve um seminário de dois dias na U.A sobre os direitos das crianças e em particular do vosso direito. Por acaso conseguiram ir?
Queria apenas alertar-vos criticamente para os erros ortográficos. Apesar de ter consciência que pode estar relacionado com algum tipo de desformatação que a mensagem possa ter sofrido quando colocada aqui no blog.

Um beijinhoo grande
Dominique*


De claudiarmarques a 2 de Dezembro de 2012 às 20:49
Olá Dominique!
De facto no inicio não foi fácil arranjar actividades para trabalhar esta temática, mas conseguimos! Nós estamos muito satisfeitas com o trabalho que temos vindo a realizar, e penso que as crianças também estão. Todas as semanas encontram-se ansiosas para saber o que vamos fazer.
Relativamente à tese que referis-te, já ouvi falar, mas ainda não a tenho, mas de facto parece-me interessante.
Espero que o vosso trabalho também esteja a correr bem!
Beijinhos

Cláudia


De Cláudia Rosa a 2 de Dezembro de 2012 às 17:19
Olá meninas,

perante uma temática tão importante como a vossa e uma situação-problema com que se depararam, pensamos que se posicionaram corretamente.
É assim mesmo que devemos pensar. Quando algo nos surge e nos parece problemático, porque não investigar sobre ele e desenvolvermos atividades de forma a arranjarmos algumas soluções para o contornar.

No entanto, após a leitura do vosso post, ficámos com uma dúvida: Vocês desenvolvem essas atividades apenas com um determinado grupo ou dão a oportunidade de todos realizarem essas atividades, mas em pequenos grupos?

Segundo o nosso ponto de vista e, como temos feito, todas as crianças, independentemente do seu nível de desenvolvimento, devem ter os mesmos direitos e oportunidades. Se não, estaremos a ir contra um dos direitos da criança.

Pensemos todas nisso ..

Bom trabalho!
Cláudia e Sara


De claudiarmarques a 2 de Dezembro de 2012 às 20:59
Olá!
Respondendo à vossa dúvida, todas as crianças têm a oportunidade de realizar as actividades , mas para que todas tenham uma participação activa , e para que as actividades não se tornem muito longas e cansativas optámos por trabalhar em pequenos grupos.
Concordamos plenamente com o que afirmam, quando dizem que todas as crianças têm os meus direitos e oportunidades, e ao trabalhar a temática respeitante aos direitos das crianças não faria qualquer sentido excluir algumas crianças. Todas elas, à sua maneira, participam de uma forma activa em todo o projecto .
Espero que o vosso trabalho também esteja a correr bem!
Beijinhos
Cláudia


De claudia-rosa a 2 de Dezembro de 2012 às 21:22
Ficamos ainda mais contentes por saber isso!
É uma boa estratégia para se conseguir chegar à maioria das crianças :)

O nosso trabalho também está a correr bem .. O nosso tema é algo recente e que ainda nunca tinha sido experimentado na valência do pré-escolar, mas, contactar com novas línguas é sempre algo diferente e que as crianças gostam bastante.

Beijinhos,
Bom trabalho,
Cláudia e Sara


De silva-santos a 4 de Dezembro de 2012 às 19:44
Olá meninas!

O vosso tema de seminário é mesmo interessante e vantajoso.
Nunca tinha pensado nisso, mas realmente é verdade... Com a vossa intervenção vão introduzindo os valores de forma gradual e divertida e simultaneamente vão ajudando as crianças a construir a sua personalidade.

Realmente e ao contrário do que muitos afirmam, eu também acho que as crianças têm muito a aprender com o brincar..partindo inclusive dos momentos e diálogos diários que o grupo tem.

Ainda bem que está a correr bem para as duas.

Continuação de um bom trabalho.


Bejinhos

Ana Cláudia


De ana-pombeiro89 a 5 de Dezembro de 2012 às 12:26
Olá meninas!

O vosso tema "Participação Infantil" é realmente um tema raramente trabalhado no pré-escolar. No entanto, é um tema importante e que é preciso que seja trabalhado com as crianças.
Pela vossa descrição penso que conseguiram fazer de um tema difícil, um tema divertido Além disso, penso que fizeram bem em dividir a vossa intervenção em sessões de filosofia e sessões de jogo.

Espero que tudo continue a correr bem!

Ana Pombeiro


De amramos a 3 de Janeiro de 2013 às 23:00
Olá Cláudia e Liliana!
Consideramos, de facto, que o tema da participação infantil não é fácil de abordar, uma vez que exige da parte do educador um posicionamento de escuta, de flexibilidade e de tempo para com a criança. E foi precisamente por terem tido estas dimensões em conta que conseguiram conceber uma abordagem que consideraram a adequada para os vossos meninos.
Assim, a vossa opção pelo tema filosofia para crianças chamou-nos a atenção, porque perece-nos ser diferente e ousada, uma vez que associamos filosofia a um nível de abstração que pode não ser muito fácil de trabalhar com a criança. No entanto, ao integrarem estratégias lúdicas e concretas amenizam esse aspeto.
Portanto, segundo conseguimos perceber, no projeto da Liliana existe o trabalho em torno de valores que são introduzidos pela história e pelas respetivas tarefas. Gostaríamos que clarificassem melhor esta estratégia, dando um ou outro exemplo concreto das tarefas que propunham às crianças.
Referiram, ainda, que a Cláudia desenvolvia jogos tendo como pano de fundo os valores trabalhados. Questionamos se as tarefas que a Liliana desenvolvia com as crianças não se aproximariam do que se considera um jogo ou se teriam uma tónica diferente? Em que medida?
Gostaríamos de saber, por último, se no fim do vosso projeto observaram diferenças nos comportamentos das crianças, tendo em conta a descrição inicial que fizeram dos seus comportamentos menos adequados.
Beijinhos e bom trabalho,
Alexandra e Ana Catarina


De soniamaia a 31 de Janeiro de 2013 às 19:31
Olá Cláudia e Liliana!
Esperamos que neste momento estejam contentes com os resultados obtidos após a implementação do vosso projeto. Concordamos com os comentários acima que consideram a vossa temática de seminário bastante interessante e motivadora para nós enquanto futuras profissionais de educação, mas também para as crianças.
As estratégias a que recorreram para abordar este tema tão abstrato, mas tão presente no mundo das crianças tornou-se bastante adequada e pertinente. Através do vosso post, nomeadamente, quando dizem que “as crianças participam de uma forma ativa e entusiasmada” e “de uma forma divertida e dinâmica acabamos por dar dicas às crianças de como resolverem os seus conflitos” ajudam-nos a perceber que este tema se revelou um sucesso junto das crianças. Parabéns =).
De uma forma mais distanciada, agora que terminaram a implementação dos vossos projetos, notaram algumas diferenças nos comportamentos das crianças? Inicialmente aperceberam-se que em alguns casos existia alguma falta de valores nas crianças, como por exemplo, a importância de partilhar, de ser generoso, de ser afetuoso, e de não levar brinquedos que não lhes pertencem para casa. E agora, após todo este processo, as crianças estão mais disponíveis para a partilha, a generosidade, o afeto…?

Continuação de bom trabalho =)
Sónia e Cristiana


De claudiarmarques a 2 de Fevereiro de 2013 às 15:04
Olá Sónia e Cristiana!

Em primeiro lugar queremos de facto afirmar que estamos muito contentes com os resultados que conseguimos obter com o nosso projeto. Pensamos que se tornou uma mais-valia tanto para nós, na medida em que conseguimos por em prática novos métodos de ensino, como para as crianças, que acabaram por alterar o seu comportamento. Talvez as alterações não sejam demasiado significativas, e como era de esperar por vezes os conflitos insistem em aparecer, no entanto conseguimos perceber que as crianças já são capazes de partilhar mais facilmente, já conseguem resolver rapidamente os seus conflitos de forma autónoma, e que a maioria dos valores trabalhos durante o projeto, foram de facto assimilados.
Desta forma de uma maneira geral podemos afirmar que fomos bem-sucedidas na implementação do nosso projeto.


Comentar post

Autores
Dezembro 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9

15
17
19

24
25
26
27
28

29
30
31


tags

todas as tags

subscrever feeds

RSSPosts

RSSComentários

RSSComentários do post