Blog da UC de Gestão de Comunidades de Aprendizagem online
pesquisar neste blog
posts recentes

Balanço final do trabalho por projeto

Balanço do Projeto de Intervenção

Balanço Geral

As decorações do Natal

Reflexão Intermédia

O Diário de Turma e o Conselho de Turma!

A importância do estágio supervisionado para a formação de professores

Alguma angústias e preocupações durante a prática pedagógica

Estratégias !

Momento de autonomia das crianças

arquivos

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

participar

participe neste blog

Terça-feira, 6 de Novembro de 2012
PPS - Situação constrangedora!

Olá a todas.

No nosso contexto de prática pedagógica, ontem surgiu-nos uma situação, a qual gostaríamos de partilhar com vocês e ouvir as vossas opiniões.

Numa lógica de introdução do nosso projeto de seminário apresentámos às crianças uma menina com uma fotogria real, mas com um nome por nós (estagiárias) inventado que, por sua vez, seria amiga de uma lagartinha apresentada já no início do estágio (nossa mascote).

Neste sentido, a menina amiga da lagartinha, como mora em África comunica com a sua amiga enviando-lhe algumas histórias e canções para ela apresentar às crianças.

Mas, acontece que, uma criança nos questionou se a menina apresentada existia mesmo e se se chamava Handa, visto que a lagartinha é um boneco e nunca poderia falar com a menina.

Perante isto, ficámos na dúvida se deveríamos manter a versão imaginária e insistir na ideia apresentada, indo até ao encontro dos amigos imaginários que muitas crianças criam, ou se contaríamos a "verdade" e acabássemos com a  ideia da amizade entre ambas.

 

Como reagiriam vocês?

O que seria mais adequado?

 

Contamos com a vossa opinião.

Boa semana,

Cláudia e Sara :)



publicado por claudia-rosa às 16:50

De anaafonso a 11 de Novembro de 2012 às 16:39
Boa tarde
Tal como a Margarida e a Lisete, acho que de forma nenhuma se deve anular o pensamento imaginativo da criança, portanto, após uma explicação relativamente ao uso de uma imagem verdadeira de uma menina, deveriam desenvolver uma atividade que potenciasse a imaginação das crianças, abordando um aspeto que tenha suscitado interesse das crianças, caso estas se mostrassem interessadas numa atividade desse gênero.
Como também noutros post’s já foi questionado, gostaria de saber porque se sentiram constrangidas e o que responderam à criança. Lembro-vos que esta atitude é um bom sinal, significa que a criança já distingue realidade de fantasia, uma competência por vezes tardiamente adquirida, que não impede, no entanto, o desenvolvimento da criatividade e da imaginação.
Esta situação, como outras que irão com certeza vivenciar, mostram-nos como temos de estar preparadas para lidar com perguntas e situações imprevistas, tentando reagir da melhor forma possível, com o intuito de saciar a curiosidade e o interesse das crianças.
Espero ler mais post’s vossos em breve, continuação de boas intervenções e boa sorte.


Comentar:
De
Nome

Email

Url

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados



Email

Password


Este Blog tem comentários moderados


Comentário

Máximo de 4300 caracteres




O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Autores
Dezembro 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9

15
17
19

24
25
26
27
28

29
30
31


tags

todas as tags

subscrever feeds

RSSPosts

RSSComentários